Madeira teve quebra de 0,8% na produção de resíduos

A descida de 0,8% é “fundamentalmente explicada pela redução verificada no tratamento de resíduos na Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) da Meia Serra, que passou de 133,5 para 127,2 mil toneladas”, diz a Direção Regional de Estatística (DREM).

A Madeira registou uma quebra de 0,8% na produção de resíduos, em 2020, para as 283,6 mil toneladas, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

“O valor mesmo num contexto de pandemia em que existiu, em determinados períodos, fortes restrições à atividade económica, foi inferior em apenas 2,2 mil toneladas comparativamente ao ano precedente. Este decréscimo de 0,8% é fundamentalmente explicado pela redução verificada no tratamento de resíduos na Estação de Tratamento de Resíduos Sólidos (ETRS) da Meia Serra, que passou de 133,5 para 127,2 mil toneladas entre 2019 e 2020, traduzindo uma diminuição de 4,7%”, refere a DREM.

A deposição de inertes atingiu as 123,9 mil toneladas, mais 1,8% face ao período homólogo, “revelando a resiliência do sector da construção num ano de pandemia”, acrescenta a DREM.

Sem o efeito dos inertes a produção de resíduos sólidos ficou em 159,7 mil toneladas, menos 2,7% em comparação com o ano passado.

Os resíduos destinados a reciclagem/valorização fora da Região Autónoma da Madeira ficaram em 28,9 mil toneladas, mais 2,7% face ao ano passado. A DREM sublinha que os resíduos de veículos em fim de vida após desmantelamento teve uma subida de 76,1%, das baterias auto subiu 68,7%, da sucata/metais registou um crescimento de 13,8%).

Verificou-se uma descida no vidro de 23,6% e de 18,9% no papel.

Já na reciclagem realizada na região autónoma verificou-se uma subida de 12% na estilha para as 1,4 mil toneladas, nos pneus houve uma subida de 54% para as 687 toneladas, enquanto que o plástico teve um crescimento de 103,9% para as 132 toneladas.

Recomendadas

No mês de outubro a despesa do Governo Regional da Madeira aumentou 12,8% e a receita 1,8%

À semelhança do ano anterior, mais de metade da despesa (superior a 58,2% da despesa total) foi canalizada para a área social, onde se destaca o setor da Saúde com uma execução orçamental de 355,4 milhões de euros e a Educação com 284 milhões de euros.

Madeira vai investir 126 milhões de euros do PRR na transformação digital

Rogério Gouveia falava na sessão de abertura da conferência “Inteligência Artificial: A Realidade!”, onde destacou o “grande investimento” do Governo regional na área da modernização administrativa e transformação digital da Região Autónoma da Madeira (RAM).

Câmara do Funchal apela população para cuidado com os lixos e bom uso dos recursos hídricos

Pedro Calado anunciou que serão feitos investimentos no sentido de conter as perdas de água potável na rede.
Comentários