Mais de 130 mil automóveis pagaram imposto automóvel em excesso

De acordo com dados fornecidos pelo IMT ao ‘Público’, em abril de 2019 existiam 500 mil carros importados com datas anteriores a 2007 a circular em Portugal. Desse número, 129.109 veículos foram matriculados depois de julho de 2007, a data em que a AT aplicou as contas erradas.

Quem pagou o imposto único de circulação automóvel (IUC) em excesso sobre os carros usados importados vai ter de apresentar um pedido de revisão oficiosa desse mesmo imposto, caso queira ser reembolsado pelo erro da Autoridade Tributária (AT), noticia o jornal ‘Público’ esta quarta-feira, 8 de janeiro.

O Fisco não sabe quem pagou imposto a mais nem quem se enquadra nas novas regras que entraram em vigor no primeiro dia de 2020. O Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) é o único que detém essa informação na base de dados, sendo que esta não comunica com o sistema do Fisco. Por esta razão, terão de ser os contribuintes a pedir o reembolso, apresentando provas de que se enquadram nas novas regras.

De acordo com dados fornecidos pelo IMT ao ‘Público’, em abril de 2019 existiam 500 mil carros importados com datas anteriores a 2007 a circular em Portugal. Desse número, 129.109 veículos foram matriculados depois de julho de 2007, a data em que a AT aplicou as contas erradas.

Ainda assim, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, sustenta à publicação que os 130 mil veículos será “o pior cenário”, acreditando que o número final é mais baixo. A razão para tal crença deve-se ao facto de só poder ser devolvido o imposto a carros cuja primeira matrícula pertença aos 28 países da UE ou de um dos países da Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA), como a Islândia, Noruega ou Liechtenstein.

Relacionadas

Fisco vai restituir IUC pago dos carros importados e com matrícula anterior julho de 2007

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) vai restituir o IUC pago pelos proprietários de carros importados após 1 de julho de 2007, mas com primeira matrícula anterior a esta data e remete para breve um esclarecimento público sobre o tema.

Fórmula de cálculo ilegal vai obrigar Fisco a devolver parte do IUC sobre carros importados

Em causa está uma fórmula de cálculo sobre um Mini 1300 importado em 2008, mas com primeira matrícula emitida na Alemanha em 1996. O fisco calculava o valor do imposto ignorando que o carro já tinha 12 anos de vida e tributava-o como se fosse novo em 2008.

Impostos sobre o setor automóvel custam mais 220 milhões aos condutores

Até outubro, os impostos ligados ao setor automóvel representaram praticamente um quinto do total de receitas fiscais com impostos indirectos arrecadadas pelo Estado português. ISP, ISV e IUC contribuíram para os cofres do Estado com 4.025 milhões de euros nos dez primeiros meses do ano.
Recomendadas

Avaliação da ‘performance’ de uma estratégia de investimento

O retorno de uma estratégia de investimento tem sempre de ser ajustado ao risco incorrido. Esta é a primeira consideração de uma avaliação.

Do ministério das Finanças para governador do Banco de Portugal? “Já houve três precedentes, todos do PSD”

As passagens diretas entre o Terreiro do Paço e o supervisor bancário aconteceram durante os governos de Cavaco Silva, recordou Marques Mendes que garante que Mário Centeno vai assumir o cargo de governador ainda este ano. Dos três nomeados, apenas Miguel Beleza era ministro.

PremiumMargarida Marques: “A última coisa que queremos é um conflito institucional”

Correlatora para o Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027 diz que o Parlamento Europeu não terá problemas em rejeitar proposta do Conselho Europeu, mas espera avanços após cimeira extraordinária.
Comentários