Makro e Too Good To Go unem-se no combate ao desperdício alimentar

Através desta parceria será possível rentabilizar o excedente dos estabelecimentos de hotelaria e restauração e atrair novos clientes, tornando-os ainda mais sustentáveis.

A Makro Portugal e a Too Good To Go decidiram unir-se no combate ao desperdício alimentar através de uma parceria em que será possível rentabilizar o excedente dos estabelecimentos de hotelaria e restauração e atrair novos clientes, tornando-os ainda mais sustentáveis.

“A Makro Portugal junta-se à Too Good To Go (TGTG) com o objetivo de desafiar os seus clientes HoReCa [Hotelaria, Cafetaria, Restauração] a participarem na luta contra o desperdício alimentar”, anuncia um comunicado da cadeia de distribuição grossista, acrescentando que “através desta parceria os estabelecimentos estão, não apenas a evitar o desperdício de comida, como também a dar visibilidade ao estabelecimento em questão a mais de 18 milhões de utilizadores a nível internacional, sendo que 200 mil se encontram em Portugal”.

De acordo com este comunicado, “em menos de cinco minutos, é possível criar uma conta e iniciar todo o processo”.

“Depois de registado, é apenas necessário criar as ‘Magic Boxes’ com a comida que acabou por não ser vendida no final do turno ou no final do dia. A quantidade pode sempre ser ajustada, bem como o horário ideal de recolha, consoante as suas necessidades”, explica a Makro.

Os responsáveis do grupo de distribuição assinalam que, “desta forma, os clientes da grossista poderão agora aceder a um canal de vendas com mais de 200 mil clientes e beneficiar do investimento em comunicação da TGTG, sendo que qualquer parceiro poderá ser alvo de promoção em redes sociais/’newsletters’ da empresa”, acrescentando: “uma nota importante neste domínio é a taxa de permanência dos clientes, uma vez que dois em cada três utilizadores que visitam o estabelecimento através da TGTG tornam-se clientes recorrentes”.

“Ao aderir a esta plataforma, os negócios HoReCa tiram partido ainda de outros benefícios como: otimização de ‘stock’ e rentabilização de excedentes (podendo fazer dinheiro extra e ‘cross selling’ com outros produtos no momento da deslocação do utilizador ao restaurante ou café); bem como pagamentos sem contacto (sendo realizados diretamente na ‘app’ TGTG)”, acrescenta o referido comunicado.

“Em 2025, a Makro tem como objetivo a redução de 50% do desperdício alimentar gerado pelas suas operações. Este compromisso pode ser mais facilmente alcançado com a ajuda dos seus parceiros e clientes. Juntos, com a Too Good To Go, podemos de facto fazer a diferença. Esta parceria tem condições exclusivas para os clientes Makro. Estamos certos que esta é uma solução que efetivamente nos pode ajudar a todos, enquanto comunidade, a combater o desperdício alimentar e ser mais sustentáveis”, refere Nuno Oliveira, gestor de qualidade da Makro Portugal.

Os responsáveis da Makro sublinham que se trata de uma solução ‘take-away’, “uma vez que o serviço está desenhado para a recolha da Magic Box na loja, pelo que, o cliente não terá que permanecer na mesma”.

“Toda esta estratégia confere à plataforma, aplicação e negócio um posicionamento sustentável cada vez mais reconhecido internacionalmente”, assegura o comunicado em questão.

Por seu turno, Madalena Rugeroni, country manager da TGTG realça que “esta parceria é uma excelente oportunidade de chegarmos a mais parceiros na área da restauração”.

“Dezenas de estabelecimentos que, todos os dias, confiam e reconhecem o valor de uma marca de força internacional, como a Makro. A Too Good To Go é um exemplo de um conceito ‘win-win-win’ para todas os envolvidos: os estabelecimentos, os utilizadores e o maior beneficiário de todos, o planeta. Por isso, além de uma parceria estratégica muito relevante para nós, este é, também, um enorme voto de confiança do mercado e um importante passo para a Too Good To Go”, acentua aquela responsável.

A Too Good To Go é uma empresa de impacto social cuja missão é acabar com o desperdício alimentar e que conta já com mais de 650 parceiros em Portugal.

Em 2016, a Too Good To Go lançou uma ‘app’ que permite a estabelecimentos e à comunidade local/consumidores salvarem comida em conjunto, evitando que os estabelecimentos tenham excedente e, consequentemente, desperdício.

Na Europa, a TGTG já conta com 48.728 estabelecimentos parceiros, tendo evitado que 40.819.458 de refeições acabassem no lixo, 20 mil destas em Portugal.

Ler mais
Recomendadas

CTT regista prejuízo de dois milhões de euros no primeiro semestre de 2020

Prejuízo foi justificado com a evolução negativa do lucro antes de juros e imposto de renda (EBIT), “parcialmente compensada pelo comportamento imposto sobre o rendimento do período”. Os rendimentos operacionais também decresceram, devido ao impacto da pandemia da Covid-19.

Sonae MC lança empréstimo obrigacionista de 50 milhões de euros

A participada da Sonae para o setor da distribuição, a Sonae MC, anunciou também a concretização de três operações de refinanciamento, no valor conjunto de 122,5 milhões de euros, elevand, assim para 327,5 milhões de euros o total de empréstimo de longo prazo contratados pela empresa nos últimos quatro meses.

Consumo de produtos de alimentação, bebidas, higiene pessoal e do lar subiu 12% no primeiro semestre

Estudo da Kantar para a Centromarca indica que o crescimento de vendas deste tipo de produtos – FMCG – Fast Moving Consuming Goods – foi de cerca de 50% nos canais ‘online’ na primeira metade deste ano.
Comentários