Maquinistas da CP podem reformar-se sem penalização aos 65 anos

A questão tinha sido levantada por um grupo de profissionais ao Governo, uma vez que “o estarem impedidos de desempenhar a profissão a partir dos 65 anos, viam-se confrontados com a idade legal para a reforma estar fixada atualmente nos 66 anos e 5 meses”

Comboios de Portugal

O Governo anunciou esta quinta-feira, 13 de fevereiro, que os maquinistas do sistema ferroviário podem reformar-se aos 65 anos de idade sem qualquer penalização na reforma.

“Os maquinistas portugueses de locomotivas e comboios do sistema ferroviário que atinjam os 65 anos e, assim, se vejam impedidos de desempenhar a sua profissão (uma vez que a carta de condução de comboios caduca nessa idade) podem reformar-se sem penalizações assim que atinjam essa idade”, anunciou o Governo, em comunicado.

A questão tinha sido levantada por um grupo de profissionais ao Governo, uma vez que “o estarem impedidos de desempenhar a profissão a partir dos 65 anos, viam-se confrontados com a idade legal para a reforma estar fixada atualmente nos 66 anos e 5 meses”. Então, a única questão que se colocava, assume o Governo, era da antecipação da reforma.

Desta forma, o Executivo liderado por António Costa “assegurou a aplicação da lei no sentido de garantir que estes profissionais têm direito à redução normal da reforma para os 65 anos”, desde que a profissão de maquinistas tenha sido desempenhada nos cinco anos imediatamente anteriores.

Assim, lê-se no comunicado que a “reforma poderá ocorrer aos 65 anos sem penalizações e sem fator de sustentabilidade, já que não está em causa uma antecipação da reforma”, mas o facto da carta de condução caducar e não existir possibilidade de renovação da mesma.

Recomendadas

Novo Banco contrata investigadores privados para seguir Nuno Vasconcellos

O Novo Banco tomou esta decisão para recolher informação e material que possa ser utilização em eventuais ações judiciais de cobrança de dívias que a Ongoing deixou por pagar em Portugal
Supermercados

Vendas do Grupo DIA caíram 9% em 2019, mas há uma tendência de mudança em Portugal

O grupo retalhista presente no mercado nacional garante sinais de inflexão de queda na operação em Portugal, mas não revela números.

Coronavírus: Ligações da Easyjet a partir de Portugal para Itália não serão afetadas por enquanto

A easyJet diz que, por enquanto, os voos da companhia entre Portugal e Itália não estão afetadas e que está a acompanhar o evoluir da situação no norte de Itália, onde o Covid-19 já matou 14 pessoas e infetou pelo menos 400.
Comentários