Marcelo evoca “personalidade singular” de Alexandre Soares dos Santos

Alexandre Soares dos Santos era o dono e presidente da Jerónimo Martins que tem as cadeias de supermercados Pingo Doce e a Biedronka na Polónia. A família é uma das mais ricas do país e o empresário foi eleito várias vezes pela Forbes o mais rico do país.

2. Alexandre Soares dos Santos e família – 3554 milhões de euros

Marcelo Rebelo de Sousa reagiu esta sexta-feira à noite ao desaparecimento de Alexandre Soares dos Santos que faleceu hoje vítima de doença prolongada aos 84 anos.

“O Presidente da República evoca a personalidade singular de Alexandre Soares dos Santos e o seu relevante papel na vida económica, social e cultural portuguesa, e, pessoalmente consternado, apresenta à Família muito sentidas condolências”, escreveu Marcelo Rebelo de Sousa na página Presidência da República.

Alexandre Soares dos Santos era o dono e presidente da Jerónimo Martins que tem as cadeias de supermercados Pingo Doce e a Biedronka na Polónia. A família é uma das mais ricas do país e o empresário foi eleito várias vezes pela Forbes o mais rico do país.

Desde setembro de 2013 que renunciou, por razões pessoais, ao cargo de presidente do Conselho de Administração do grupo Jerónimo Martins. Elísio Alexandre Soares dos Santos preparou-se assim para ir para os bastidores de um império que começou a construir em 1955, altura em que ingressou na Unilever, como gestor estagiário.

Relacionadas

“Detesto investimento chinês”. Recorde as frases mais polémicas de Alexandre Soares dos Santos

Polémico e frontal, Alexandre Soares dos Santos não se coibia em proferir afirmações desconcertantes. Recorde as frases mais controversas do ex-administrador da Jerónimo Martins

Morreu Soares dos Santos, o patrão da Jerónimo Martins

Era conhecido pela sua frontalidade. Disse várias frases inteligentes, mas polémicas, como “os pobres fizeram-se para a gente os transformar em classe média”, ao Observador, numa entrevista.
Recomendadas

Aicep tem em pipeline novos investimentos de 1,01 mil milhões de euros

Novos projetos de investimento previstos para 2020 devem criar mais de 2100 empregos. O presidente da Aicep, Luís Castro Henriques mantém o optimismo na evolução da economia portuguesa

Sócios de Paulo Fernandes reforçam na Altri. Ana Menéres reduz

O valor de venda foi de 5,8 euros por ação pelo que o reforço custou à Caderno Azul 5,8 milhões de euros e à 1 Thing Investments 14,5 milhões.
Supermercados

Associação das empresas de retalho vai apresentar estudo sobre ‘e-commerce’

O estudo da Deloitte pretende identificar as barreiras existentes em Portugal ao desenvolvimento do comércio digital.
Comentários