Margarida Pocinho defende aposta na produção regional e não tanto na importação

Com o dia do empresário na agenda regional, a candidata centrista focou as atenções na necessidade de a União Europeia reforçar os fundos comunitários para as Regiões Ultraperiféricas.

A candidata do CDS-PP Madeira ao Parlamento Europeu, Margarida Pocinho, defendeu, esta terça-feira, uma maior aposta na produção regional e não tanto na importação de produtos. Além disso, Margarida Pocinho considera prioritário olhar para o desenvolvimento da economia do mar, nomeadamente nos apoios para renovação da frota, aumento das quotas de pescado artesanal, sustentável e não poluente.

Com o dia do empresário na agenda regional, a candidata centrista focou as atenções na necessidade de a União Europeia reforçar os fundos comunitários para as Regiões Ultraperiféricas. “Os apoios à exportação têm de entrar na agenda dos assuntos europeus”, defendeu Margarida Pocinho, acrescentando que “os nossos empresários precisam de ajudas para o transporte dos nossos produtos para o continente europeu, tal como as Canárias têm a 100%”.

A candidata madeirense na lista de Nuno Melo virou as atenções para a qualificação, e defendeu a necessidade de requalificar os recursos humanos na área da educação, da ciência e da inovação, aliando os apoios que existem para estudos na área do mar, da agricultura e do turismo.

Margarida Pocinho fez ainda questão de referir que “o turismo só é sustentável com uma paisagem que é única, com os nossos poios requalificados com  ajuda de um regime específico e uma economia do mar sustentável”.

A centrista esteve pelas zonas altas do Funchal, a explicar a importância dos fundos comunitários no desenvolvimento económico e social da Região, sempre acompanhada pelo líder do CDS-PP Madeira, Rui Barreto, pelos deputados José Manuel Rodrigues e Roberto Rodrigues e de dirigentes da concelhia do CDS Funchal.

A três dias do fim da campanha para as eleições europeias, a candidata do CDS mostrou-se “confiante” na obtenção de um bom resultado eleitoral no próximo domingo.

Ler mais
Recomendadas

Deco alerta para contratações de prestação de serviços com recurso a créditos ao consumo

Antes de assinar um contrato de crédito ao consumo, o consumidor deve ser informado de forma clara sobre as características – comissões, prazo, taxas de juro, entre outras, para poder avaliar os encargos que suportará com esta contratação.

Mais de 10 anos após primeiras reivindicações ainda não há lei das tatuagens, alerta Deco

Nas visitas realizadas pela nossa equipa da revista PROTESTE a estúdios de tatuagens verificou-se que tatuar a pele de um menor sem a autorização dos pais não levanta qualquer constrangimento a muitos profissionais.

PAN quer no mínimo dois deputados na Assembleia da Madeira

As bandeiras do partido são a saúde, o combate à corrupção e tráfico de influências, a luta contra a pobreza e uma linha marítima entre a Madeira e o continente.
Comentários