Matos Fernandes agradece a Greta por sensibilizar gerações para “o maior desafio dos nossos tempos”

O governante enviou uma carta à ativista a agradecer o trabalho na luta contra as alterações climáticas. “Estamos gratos pelo teu ativismo”, disse o ministro.

O ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, enviou uma carta a Greta Thunberg a agradecer o trabalho da jovem ativista na luta contra as alterações climáticas. Greta, que chega a Lisboa na manhã de terça-feira, vai participar nos dias 2 a 13 de dezembro na cimeira sobre as Alterações Climáticas (COP25), que se realiza em Madrid.

“Temos uma estratégia nacional ambiciosa de adaptação às alterações climáticas que temos seguido à risca porque, para Portugal, trata-se de um problema atual e não do futuro”, afirmou o ministro, agradecendo a Greta por tentar sensibilizar velhos e novos para “o maior desafio dos nossos tempos”.

Matos Fernandes apresenta ainda alguns dados sobre o que já foi conseguido: 54% da eletricidade consumida no país já é obtida através de fontes renováveis; há projetos em curso para encerrar as duas centrais termoelétricas de carvão em 2021 (Pego) e 2023 (Sines); há uma “aposta forte” em redução as emissões do sector dos transportes em 40% em 2030; nesse ano iremos alcançar 50% de redução de emissões de gases com efeito de estufa e 47% de toda a energia consumida no país será proveniente de fontes renováveis, explica Matos Fernandes.

“Estamos gratos pelo teu ativismo, como forma de sensibilizar todos, gerações novas e velhas, para o maior desafio dos nossos tempos”, despede-se o ministro, na carta escrita em inglês.

Relacionadas

Greta Thunberg chega à Doca de Alcântara na manhã de terça-feira

Greta Thunberg foi convidada também para estar presente numa sessão na Assembleia da República, mas não confirmou ainda a sua presença

Greta Thunberg chega a Portugal de veleiro em dezembro

Ativista sueca aceitou convite para participar numa sessão na Assembleia da República promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de dezembro e conhecer membros da Greve Climática Estudantil portuguesa.

Ministro do Ambiente diz que ativista Greta Thunberg é “muito bem-vinda” a Portugal

A propósito da nova greve climática estudantil que se decorre hoje e cidades de todo o mundo, com manifestações agendadas em cinco cidades portuguesas, o ministro do Ambiente e da Ação Climática diz estar expetante e entusiasmado.
Recomendadas

Iberdrola reduz o preço da electricidade em 50% durante 6 meses

A redução de 50% sobre o termo da energia estará em vigor até ao dia 31 de julho, anuncia a comercializadora do grupo espanhol.

EDP vai apoiar oito projetos sustentáveis e de energia renovável na África subsariana

Está previsto um financiamento de cerca de meio milhão de euros através do Fundo A2E (Access to Energy) para promover estes projetos em Moçambique, Quénia, Tanzânia, Maláui e Nigéria.

Menos emissões e mais reciclagem. Associação Zero destaca 12 números que devem mudar no ambiente

A Associação Zero alerta para alguns números que se têm de melhorar em Portugal, nomeadamente em metas propostas para este ano. No Dia Mundial do Ambiente, em que deve Portugal melhorar?
Comentários