Médias do ensino superior sobem na segunda fase

Oito cursos registaram na segunda fase uma nota média de entrada no ensino superior acima dos 19 valores.

Oito cursos registaram na segunda fase uma nota média de entrada no ensino superior acima dos 19 valores, ficando também acima da média mais alta de 18,95 valores de Engenharia Aeroespacial do Instituto Superior Técnico registada na primeira fase.

De acordo com os dados oficiais divulgados pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), na segunda fase a média de entrada mais alta pertence ao curso de Engenharia e Gestão Industrial da Universidade do Porto, com uma nota de acesso de 19,58 valores.

Seguem-se Engenharia Aeroespacial e Engenharia Física Tecnológica, ambos do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, com notas médias de entrada de 19,45 valores e 19,43 valores, respetivamente.

Na lista dos cursos com médias superiores a 19 valores há ainda três cursos de Medicina – o da Universidade Nova de Lisboa e os dois da Universidade do Porto – e Bioengenharia e Engenharia Informática e Computação da Universidade do Porto.

Sobraram ainda vagas em 264 cursos, maioritariamente institutos politécnicos e cursos de engenharia.

Há ainda 38 cursos com vagas em aberto para a segunda fase sem qualquer aluno colocado, 26 cursos com notas médias entre os 9,5 valores e os 9,99 valores, e 12 vagas criadas adicionalmente para situações de empate.

Cerca de metade dos candidatos à segunda fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior ficou de fora das universidades e politécnicos públicos, onde foram agora colocados 9.274 estudantes, segundo dados oficiais hoje divulgados.

De acordo com a informação disponibilizada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), dos 18.195 estudantes que se candidataram na segunda fase do concurso nacional de acesso (CNA) ao ensino superior, apenas cerca de metade (9.274 estudantes) conseguiu ficar colocado numa das 11.615 vagas levadas a concurso.

Os resultados da segunda fase do CNA estão desde hoje disponíveis na página da Direção-Geral do Ensino Superior (DGES), em http://www.dges.gov.pt e os estudantes agora colocados podem matricular-se entre hoje e 30 de setembro.

Ler mais
Recomendadas

Renegociar o crédito: o que deve saber

A “renegociação por incumprimento” demonstra uma renegociação e/ou novo contrato de crédito com a instituição financeira, em consequência de dívidas/prestações em atraso ou consolidação de créditos detidos e que estavam em incumprimento.

Multa de trânsito? Saiba como reclamar

Se cometer uma contraordenação de trânsito, perde pontos, paga pela infração e arrisca-se a ficar sem carta. Mas, caso não concorde, pode contestar.

Como lidar com a tecnologia quando os filhos vão para a Universidade

Cerca de 39% dos pais portugueses, que ainda estão numa fase inicial no uso de tecnologias e que têm os seus filhos a estudar fora, admitem enfrentar algumas dificuldades no dia-a-dia.
Comentários