Mexia ganha seis mil euros por dia na EDP

Além de António Mexia, outros seis administradores da EDP ganham mais de um milhão de euros por ano.

Cristina Bernardo

O presidente da elétrica nacional teve direito a 2,2 milhões de euros em 2018, entre remuneração fixa, variável e prémios, menos cem mil euros do que em 2017, segundo o Correio da Manhã, que cita o relatório e contas da elétrica nacional.

Contas feitas e o gestor recebeu, no ano passado, 6024 euros por dia. Um rendimento que é 54 vezes superior à média salarial dos trabalhadores da EDP.

Os custos com remunerações dos colaboradores do grupo ascenderam a 471,65 milhões de euros, ligeiramente abaixo dos 491,7 milhões de 2017. Um montante que, a dividir pelos 11.631 funcionários da elétrica, significa uma média salarial de 40.550 euros brutos por ano.

António Mexia não é, no entanto, o único a receber seis digitos por ano em remunerações. Além do presidente executivo, há mais seis gestores da EDP a auferir rendimentos superiores a um milhão: Nuno Almeida Alves, João Manso Neto, António Martins Costa, Miguel Stilwell de Andrade, Miguel Ferreira Setas e Rui Lopes Teixeira. No total, o Conselho de Administração da empresa recebeu 11,3 milhões de euros.

De salientar que, em 2018, a EDP registou os seus resultados mais baixos em 14 anos, com o lucro líquido a afundar 53% para 519 milhões de euros. A atividade em Portugal teve mesmo prejuízo, pela primeira vez desde o início da privatização da elétrica, em 1997.

Recomendadas

Prepare a carteira. Vem aí (mais) um aumento nos combustíveis

A partir de segunda-feira, os combustíveis ficam novamente mais caros. Aumento é maior na gasolina, tanto nas cadeias de marca branca, como nas principais gasolineiras.

Dia da Propriedade Intelectual: Criei uma marca. O que posso fazer para a registar?

Os advogados do departamento de TMT & Propriedade Intelectual da sociedade CCA explicam o que fazer para registar uma marca. O primeiro passo? Verificar se preenche determinados requisitos para que o seu registo seja concedido. Comemora-se esta sexta-feira o Dia Mundial da Propriedade Intelectual.

Caixa Geral está a vender Mercedes para atingir metas da recapitalização

Campanha de crédito “imbatível” está a chegar por email a clientes. Banco justifica com metas “extremamente exigentes”. E diz que não está a promover o endividamento, pois clientes acederiam na mesma a outras opções de financiamento do mercado.
Comentários