PremiumMiranda aposta no crescimento de Cabo Verde

Escritório liderado por Diogo Xavier da Cunha integra grupo de advogados vindo da Gouveia Pereira & Associados. “Cabo Verde é um exemplo a nível africano”, diz o chairman. Miranda passa a estar presente nas ilhas do Sal, Boa Vista, São Vicente e Santiago.

A Miranda & Associados, através da sua rede de alianças internacionais, passou a ter presença permanente em quatro ilhas de Cabo Verde: Sal, Boa Vista, São Vicente e Santiago. A sociedade estabeleceu uma parceria com o escritório local Costa, Cunha & Associados e integrou um grupo de sete advogados portugueses que tem trabalhado com o arquipélago nos últimos anos.

Em entrevista ao Jornal Económico (JE), o presidente do conselho de administração da Miranda defende que “Cabo Verde é um mercado relevante” para a firma e que “já é um exemplo a nível africano e continuará sê-lo, principalmente, no setor turístico”. Para apoiar a Miranda neste processo está o seu novo sócio: Luís Borges Rodrigues, que trabalha em projetos em Cabo Verde há 13 anos e trouxe da Gouveia Pereira um grupo de seis advogados (cinco associados e um estagiário).

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Regulador cabo-verdiano apresenta normas sobre fundos de investimento e titularização de créditos

O objetivo é que o documento contribua para o desenvolvimento dos “pilares normativos fundamentais” do mercado de valores mobiliários de Cabo Verde.

Santander assessorou Finerge na compra de parques eólicos

Em comunicado enviado às redações, a Finerge, segundo maior produtor de energia eólica, revelou esta segunda-feira que adquiriu à Brookfield Renewable dois parques eólicos situados em Arganil e em Montalegre, reforçando assim a sua posição de operador de energias renováveis no país.

Nuno Magalhães e Pedro Ferros reforçam equipa da CLA Advogados

A CLA – Castro Caldas, Correia Lopes, Mendes de Almeida e Associados anunciou as entradas de Nuno Magalhães e de Pedro Ferros, como Of Counsel e novo sócio, respetivamente.
Comentários