Mobile World Congress vai realizar-se em junho de 2021

A maior feira tecnológica da Europa, que estava agendada para março do próximo ano, voltou a ser adiada devido à pandemia. Barcelona recebe o evento entre os dias 28 de junho e 1 de julho e Xangai recebe a indústria das telecomunicações ainda antes, em fevereiro de 2021.

Yves Herman / Reuters

O Mobile World Congress (MWC) voltou a ser adiado mas vai mesmo regressar no próximo ano, presencialmente. A maior feira tecnológica da Europa volta a Barcelona entre os dias 28 de junho e 1 de julho de 2021, anunciou esta terça-feira a associação GSMC (Global System for Mobile Communications).

Apesar de Espanha enfrentar uma segunda vaga da pandemia, o grupo responsável pela organização do evento acredita que nessa altura estão reunidas as condições sanitárias para que o congresso aconteça – e tem o aval das autoridades da Catalunha, do governo espanhol e dos principais patrocinadores.

O MWC Barcelona terá também uma vertente online, para evitar o excesso de procura de lugares nos pavilhões.

A organização, que agrega 750 operadores e mais de 400 empresas de telecomunicações, informa que tomou a decisão depois de consultar os administradores e executivos das maiores empresas parceiras e garante que a saúde e segurança dos expositores, participantes, colaboradores e residentes em Barcelona são de “suma importância”.

“É mais do que apenas um evento. É uma experiência que reúne toda a indústria e fornece uma plataforma para desbloquear o poder da conectividade para que as pessoas, a indústria e a sociedade prosperem”, diz o CEO da GSMA, John Hoffman, em comunicado.

A próxima edição do evento estava agendada para março de 2021, mas voltou a ser adiada por causa do coronavírus. O mesmo havia acontecido em fevereiro deste ano, depois de algumas semanas de incerteza sobre se iria avançar ou não, mesmo quando 45 empresas de renome já tinham posto de parte a intenção de ir.

O WWC Xangai acontecerá nos dias 23, 24 25 de fevereiro de 2021. “A reprogramação respeita as circunstâncias globais em torno da Covid-19. Reconhece que ambos os eventos são catalisadores no ecossistema móvel e plataformas de lançamento de novos produtos e inovações, reunindo decisores e negociadores”, esclarece a GSMA.

Ler mais
Recomendadas

IPO do grupo Ant regista procura histórica de três biliões de dólares por parte de investidores

Apesar dos riscos de escrutínio, os investidores de retalho e institucionais estão a correr para comprar ações do grupo que opera a maior plataforma de pagamentos da China, bem como outros serviços financeiros.

Sindicato dos tripulantes “não quer acreditar” que a TAP vá reduzir salários

Presidente do SNPVAC, Henrique Louro Martins, disse, em entrevista ao “Público”, que os trabalhadores que representa já perderam grande parte da remuneração e lamenta que a administração ainda não tenha comunicado o plano de reestrutração da transportadora aérea.

PremiumRoger Tamraz: Dos milionários ‘pipelines’ no Médio Oriente ao interesse pelo banco de Isabel dos Santos

Gravitou em negócios da mais alta geopolítica, rodeado por chefes de Estado do Médio Oriente e de antigas repúblicas soviéticas, e fez parcerias com Onassis no Panamá. Agora gere investimentos a partir do Dubai, com russos, chineses e africanos. Aos 80 anos pretende comprar o Eurobic.
Comentários