Moody’s classifica nova emissão do Crédito Agrícola em “lixo” com perspetiva “estável”

Os títulos de dívida sénior sem garantia real estão a ser emitidos de forma a cumprir os requisitos de Requisitos Mínimos de Fundos Próprios e Passivos Elegíveis (MREL) emitidos pela autoridade de resolução, lembra a agência de ‘rating’.

A Moody’s atribuiu esta sexta-feira um rating de Ba2 [lixo, dois níveis abaixo de grau de investimento] com “outlook estável”, à nova emissão de dívida sénior sem garantia de ativos reais, denominada em euros da CRL (Caixa Central) – senior unsecured debt securities.

Segundo o “Jornal de Negócios”, que cita a “Bloomberg”, o banco liderado por Licínio Pina mandatou quatro bancos de investimento para agendarem uma série de reuniões com investidores na Europa, com o objetivo de sondar o interesse numa nova emissão de dívida sénior, de 300 milhões de euros.

A operação tem como objetivo financiar ou refinanciar ativos sociais, classificados com critérios ambientais, sociais e de governo societário (ESG).

Os títulos de dívida sénior sem garantia real estão a ser emitidas de forma a cumprir os requisitos de Requisitos Mínimos de Fundos Próprios e Passivos Elegíveis (MREL) emitidos pela autoridade de resolução portuguesa. Este objetivo MREL está definido em 24,23% do montante total da exposição ao risco (TREA) a cumprir a partir de 1 de janeiro de 2024, com um requisito provisório de 19,09% do TREA até 1 de janeiro de 2022.

Os títulos de dívida são explicitamente designados como obrigações seniores não garantidas pelo emissor, classificando-se pari passu com outras obrigações séniores não garantidas e acima dos instrumentos de dívida sénior não preferencial e subordinada.

A Moody’s indica que há um elevado nível de perdas para títulos sénior sem garantia em caso de resolução, devido ao pequeno volume de dívida e à proteção limitada de instrumentos subordinados e ações. Além de haver uma baixa probabilidade de suporte do governo para este novo instrumento de dívida. Como resultado, a classificação da dívida sénior sem garantia está um nível abaixo do rating do banco (Baseline Credit Assessment).

A perspetiva estável do rating Ba2 da dívida sénior sem garantia da Caixa Central está em linha com a perspetiva estável dos ratings de depósito de longo prazo do banco, refletindo a visão da Moody’s de que nos próximos 12 a 18 meses, os fundamentos do Grupo Crédito Agrícola não serão afetados excessivamente pelos crise contínua de coronavírus.

Recomendadas

PremiumEugénio Rosa: “A substituição da administração do Banco Montepio é necessária”

“Sou totalmente contra uma administração que caia de paraquedas no Banco Montepio”, defende Eugénio Rosa, líder da lista C, candidata às eleição dos órgãos associativos do Montepio Geral.

PremiumPedro Corte-Real: “Há garantias do primeiro-ministro que o Montepio ia ser apoiado”

Pedro Corte-Real, que lidera a lista B para a presidência da Associação Mutualista Montepio Geral, defende que o Estado deve ajudar o Banco Montepio e diz que “esse apoio ainda não foi dado por falta de credibilidade das direções”.

Goldman Sachs quer aumentar diversidade étnica e de género nas cotadas do S&P 500 e do FTSE 100

A Goldman Sachs Asset Management diz que quer estar na vanguarda para impulsionar uma maior diversidade e inclusão nos conselhos de administração em todo o mundo.
Comentários