Mota-Engil investe mais de um milhão de euros em empresas parceiras do PME Connect

“A Mota-Engil já contratou mais de um milhão de euros com PME nacionais que integraram o projeto PME Connect, fruto da confiança e do trabalho desenvolvido nos workshops colaborativos deste projeto”, revelou Pedro Arrais, diretor de Relações Institucionais da Mota Engil.

Mario Proenca/Bloomberg

“A Mota-Engil já contratou mais de um milhão de euros com PME nacionais que integraram o projeto PME Connect, fruto da confiança e do trabalho desenvolvido nos workshops colaborativos deste projeto”, anunciou a construtora.

“As empresas portuguesas não são em nada piores que as outras, o que falta às empresas portuguesas é juntarem-se, e é este aspeto que é relevante neste projeto”, diz no comunicado Pedro Arrais, diretor de Relações Institucionais da Mota-Engil.

Sobre a operacionalização do projeto, Pedro Arrais explicou que “a Mota-Engil dinamizou duas sessões no âmbito dos workshops abrangidos pelo PME Connect: a primeira, sobre mentoring, onde abordaram questões de procurement de modelos de compras, especificamente de Portugal para outros países; na segunda, realizou uma apresentação sobre os temas mais relevantes na área da Fiscalidade, com a partilha transparente da nossa experiência na exportação e internacionalização nos países onde operam – 70 países na Europa, em África e na América Latina –, e ainda as tendências de crescimento nesta área”.

“Iniciámos um networking com empresas que não conhecíamos, e algumas já começaram a ser consultadas, ao ponto de desenvolvermos relações comerciais”, explicou o responsável da Mota-Engil, destacando que “é necessário existir uma conquista de confiança mútua em Portugal, que funcionará como uma janela de oportunidade para que estas PME comecem posteriormente a desenvolver negócios lá fora, além de ser também uma forma de verticalizarmos o nosso negócio”.

Recomendadas

PremiumPresidente da ATP disponível para novas fusões que unifiquem o setor

Mário Jorge Machado diz que consolidar o associativismo nos têxteis até unir todos os empresários seria benéfico para o setor. Frente internacional é outra prioridade do líder da Associação Têxtil e do Vestuário de Portugal.

Premium70 anos da Santini. Como a teoria do Big Bang se pode aplicar aos gelados artesanais

Desde o avô Attilio, desde a Cortina d’Ampezzo, a história da mais famosa gelataria portuguesa está a comemorar a partir desta semana o seu 70.º aniversário e já vai para a quarta geração dentro da família. O grande salto de expansão da cadeia foi dado, há cerca de 12 anos, com a parceria com a família Botton. Os novos desafios passam por mais lojas em Lisboa, Porto e Algarve, bem como a entrada nos mercados internacionais.

Mais de mil empresas brasileiras recebem apoio para negócios no exterior

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Confederação Nacional da Indústria querem acelerar a internacionalização nas firmas locais.
Comentários