PremiumMotoristas de carga geral admitem greve que “irá parar o país”

Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias revelou ao JE que será o próximo a avançar para a greve, caso a ANTRAM não acolha reivindicações.

O país arrisca ficar paralisado nas próximas semanas com uma nova greve dos motoristas de carga geral que afirmam estar solidários com os motoristas de matérias perigosas que esta semana iniciaram uma greve por tempo indeterminado, que levou o Governo a decretar o estado de crise energética. A possibilidade de nova greve foi revelada ao Jornal Económico pelo Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM), que critica o poder político de ceder perante a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM), os donos das transportadoras rodoviárias de mercadorias, e os lobbies económicos.

“Se a postura da ANTRAM não se alterar, o SIMM será o próximo sindicato a avançar para uma greve”, revelou ao Jornal Económico Anacleto Rodrigues, porta-voz do sindicato que conta com mais de 800 associados e que sinaliza agora a possibilidade de nova greve de motoristas que abrangerá toda a tipologia de transportes de carga geral, desde o frio (produtos frescos como legumes e frutas), passando pelas lonas (água, cerveja, leite e outro tipo de alimentos) até aos contentores (congelados, por exemplo).

 

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas
pedro-pardal-henriques

Motoristas avançam com greve ao trabalho suplementar no início de setembro

O sindicato dos motoristas de matérias perigosas vai entregar hoje o pré-aviso de greve ao trabalho suplementar, após não chegarem a acordo com os patrões. “O único regime em que as pessoas podem fazer trabalho suplementar sem receberem é a Coreia do Norte”, disse Pardal Henriques.

Londres deixa de participar na maior parte das reuniões da União Europeia a 1 de setembro

“Muitas das discussões nestas reuniões com a UE têm a ver com a União depois da saída do Reino Unido. Libertar os representantes dessas reuniões permite que eles concentrem melhor os seus talentos nas prioridades nacionais imediatas”, afirmou Steve Barclay.
greve_motoristas_materias_perigosas_1

Greve dos motoristas originou 8 mil notícias e 205 horas de transmissão na televisão

As entidades com maior destaque foram a Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) e o Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP).
Comentários