Navigator nomeia dois novos administradores executivos

João Paulo Cabete Lé e Adriano Agusto Silveira são os novos administradores executivos no mandato do quadriénio em curso, com efeitos a 1 de Janeiro de 2020.

A Navigator informou o mercado que, em reunião do Conselho de Administração realizada esta terça-feira, nomeou dois administradores executivos.

“Tendo em consideração que a Assembleia Geral anual de 2019 que procedeu à eleição dos Órgãos Sociais para o quadriénio 2019/2022 elegeu 14 membros do Conselho de Administração e que, agora esse órgão societário tem apenas 13 membros e, considerando a inexistência de administradores suplentes, foi deliberado, por unanimidade, proceder ao preenchimento desse posto por cooptação, designando-se para o efeito o  João Paulo Cabete Lé para o desempenho do cargo de administrador, com funções executivas, no mandato do quadriénio em curso, com efeitos a 1 de Janeiro de 2020.

Esta nomeação será objecto de ratificação na Assembleia Geral ordinária a realizar em 2020.

O  Conselho deliberou ainda nomear Adriano Silveira, atual membro não-executivo do Conselho de Administração como membro da Comissão Executiva da Sociedade, no mandato do quadriénio em curso, com efeitos a 1 de Janeiro de 2020.

Recomendadas

Consórcio de espanhóis ganha empreitada para linha férrea entre Évora e Freixo

Empreitada foi consignada hoje, dia 21 de janeiro, pela IP, à Comsa e à Constructora San José. Vale 46,6 milhões de euros e respeita à construção de 20,5 quilómetros de linha ferroviária nova para ligação a Espanha.

Banco Santander lidera Índice de Igualdade de Género da Bloomberg 2020

Para a elaboração do índice foram avaliadas 6.000 empresas de 84 países, tendo-se incluído no final 322 empresas.

BCP integra Bloomberg Gender-Equality Index pela primeira vez

A par da valorização das competências genéricas e específicas, “o Millennium bcp identifica de forma justa, e exclusivamente com base no mérito, os colaboradores com potencial e talento para virem a assumir funções de responsabilidade e complexidade acrescidas”, diz o banco.
Comentários