NOS anuncia execução da transação da NOS Towering para a Cellnex

Em abril, a Cellnex chegou a acordo com a NOS para adquirir 100% da NOS Towering por 375 milhões de euros – verba que a operadora já recebeu pela execução do negócio. Esse valor poderá ser alavancado nos próximos seis anos até aos 550 milhões de euros, mediante determinadas condições.

A NOS anunciou esta quarta-feira a execução definitiva da transação da NOS Towering, que gere as torres de telecomunicações da operadora, para a Cellnex Portugal, segundo o comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Na sequência da decisão de não oposição por parte da Autoridade da Concorrência de 7 de julho, foram hoje, definitivamente, executados os acordos anunciados a 14 de abril de 2020 entre a NOS e a Cellnex Telecom, S.A”, lê-se no documento veiculado pela CMVM.

Em entrevista ao Jornal Económico, publicada em 25 de setembro, o administrador-delegado da Cellnex Portugal, Nuno Carvalhosa, tinha revelado que o negócio com a NOS ainda aguardava a conclusão da transação da NOS Towering para a carteira de ativos do grupo espanhol. O gestor previa que a transação ocorresse a muito curto prazo.

Ora a transferência “das ações representativas da totalidade do capital social da NOS Towering” foi agora concluída. A Cellnex Telecom deverá agora incorporar a NOS Towering na operação da Cellnex Portugal, tal como fez com a OMTEL.

Em abril, a Cellnex chegou a acordo com a NOS para adquirir 100% da NOS Towering por 375 milhões de euros – verba que a NOS recebeu hoje com a execução definitiva do negócio. O valor poderá ser alavancado nos próximos seis anos até aos 550 milhões de euros, mediante determinadas condições.

O negócio entre a NOS e a Cellnex compreende a venda de cerca de duas mil infraestruturas de telecomunicações – entre torres e antenas instaladas em rooftops -, “e um acordo de longa duração que concerne a prestação, por parte da Cellnex, de serviços de hosting da rede ativa da NOS nas infraestruturas passivas adquiridas, incluindo um aumento de perímetro de até 400 sites adicionais”.

No comunicado de hoje, a NOS reiterou que a venda da NOS Towering à Cellnex vai permitir à empresa “continuar a otimizar e expandir a sua rede móvel de última geração, reforçando simultaneamente a sua capacidade de investimento na criação do valor de longo prazo para a empresa”.

Com a transação da NOS Towering para a Cellnex, o investimento do maior grupo gestor de torres de telecomunicações da Europa em Portugal ascendeu já aos 1.175 milhões de euros. Mas esse valor poderá vir a superar os 1,3 mil milhões, caso os acordos fechados com NOS e Altice Portugal alcancem os valores potenciais estimados.

Em janeiro deste ano a Cellnex fechou a compra da OMTEL, empresa que gere as torres de telecomunicações da Altice Portugal, por 800 milhões de euros.

Ler mais
Recomendadas

IPO do grupo Ant regista procura histórica de três biliões de dólares por parte de investidores

Apesar dos riscos de escrutínio, os investidores de retalho e institucionais estão a correr para comprar ações do grupo que opera a maior plataforma de pagamentos da China, bem como outros serviços financeiros.

Sindicato dos tripulantes “não quer acreditar” que a TAP vá reduzir salários

Presidente do SNPVAC, Henrique Louro Martins, disse, em entrevista ao “Público”, que os trabalhadores que representa já perderam grande parte da remuneração e lamenta que a administração ainda não tenha comunicado o plano de reestrutração da transportadora aérea.

PremiumRoger Tamraz: Dos milionários ‘pipelines’ no Médio Oriente ao interesse pelo banco de Isabel dos Santos

Gravitou em negócios da mais alta geopolítica, rodeado por chefes de Estado do Médio Oriente e de antigas repúblicas soviéticas, e fez parcerias com Onassis no Panamá. Agora gere investimentos a partir do Dubai, com russos, chineses e africanos. Aos 80 anos pretende comprar o Eurobic.
Comentários