Notre Dame: Primeiras páginas de jornais revelam mundo em choque

O incêndio que destruiu o templo com nove séculos de história deixou o mundo em choque, como revelam as manchetes dos jornais internacionais e nacionais.

Libération (França)

 

Le Figaro (França): “O desastre”

 

Le Parisien (França): “Nossa senhora das lágrimas”

 

 

Telegraph (Reino Unido): “Paris chora pela sua amada”

 

 

El País (Espanha): “As chamas devastam Notre Dame, símbolo da cultura europeia”

 

 

El Mundo (Espanha): “Chamas em Notre-Dame”

 

Público: “Notre Dame da Europa”

 

La Repubblica (Itália): “O mundo revoltado com o desaparecimento de Notre-Dame”

 

Ler mais
Relacionadas

Notre-Dame, a catedral iniciada no século XII, acrescentada e alterada ao longo dos séculos

Os primeiros arquitetos foram Pierre de Montreuil e Jean de Chelles, mas a catedral, construída na Île de la Cité, continuou a ser acrescentada e alterada, ao gosto das épocas, ao longo dos séculos, para lá de 1345.

“É preciso agir depressa”, escreveu Trump. As reações ao incêndio que está a devastar Notre Dame

Emmanuel Macron, presidente francês, realçou: “Notre-Dame em chamas. Emoção de uma nação inteira. Como todos os nossos compatriotas, estou triste esta noite por ver esta parte de nós queimar”.

Catedral de Notre Dame atingida por incêndio

Desconhece-se as proporções do incêndio que deflagrou esta tarde na Catedral.
Recomendadas

Museu Charles Dickens paga 200 mil euros por quadro desaparecido desde 1886

Após ter sido avistado pela última vez em 1886, o quadro foi encontrado em África do Sul dentro de uma caixa de cartão que se encontrava em leilão. “Estamos muito empolgados em trazer o retrato perdido para casa e estamos extremamente gratos e tocados pelo generoso apoio que recebemos”, afirmou a diretora do museu.

Cinema e mostras de arte na Lusófona

Os melhores trabalhos dos estudantes de cinema e arte dos media podem ser vistos entre 22 e 25 de julho no campus da universidade e no cinema S. Jorge.
petronas towers kuala lumpur

Arquiteto César Pelli que projetou Torres Petronas em Kuala Lumpur morreu aos 92 anos

César Pelli foi o arquiteto responsável pela ampliação do Museu de Arte Moderna (MoMa) de Nova York, em 1984, construiu a Torre Iberdrola, em Bilbau, o International Financial Center, em Hong Kong, a Grande Torre Costanera, em Santiago do Chile, além de dezenas de teatros e centros culturais em todo o mundo.
Comentários