Nova semana, novo filme. Netflix lança novos conteúdos semanais devido à procura incessante de consumidores

52 semanas significam 52 novos filmes a estrear na Netflix. A plataforma de streaming anunciou esta semana que todas as semanas significam que um novo filme irá sair no catálogo, quase que renunciando à pressão dos consumidores para uma sessão de cinema diferente.

Iniciar uma série e terminá-la no mesmo dia tem sido uma prática comum no último ano. Para combater a pergunta exaustiva “Netflix, para quando uma nova temporada da minha série?”, o serviço mundial de streaming anunciou o lançamento de novos conteúdos todas as semanas, provando ter-se esmerado na produção mundial em 2020.

Só para o mês de janeiro está prevista a estreia de 23 filmes e séries, avizinhando-se muitos mais para lhes fazer companhia durante o ano que ainda agora começou. “A seleção de filmes para este ano vai surpreender os cinéfilos do mundo inteiro e fazer-lhes as delícias com filmes de cineastas premiados”, apontou o serviço em comunicado, indicando nomes como Jane Campion, Paolo Sorrentino, Antoine Fuqua, Shawn Levi, Adam McKay e Nora Fingscheidt.

Caso os nomes dos cineastas não cheguem para chamar à atenção dos cinéfilos, a Netflix garante estrelas de Hollywood como Leonardo DiCaprio, Sandra Bullock, Idris Elba, Meryl Streep, Dwayne Johnson, Ryan Reynolds, Gal Gadot, Naomi Watts, Ocativa Spencer e Jack Gyllenhaal.

De zombies, com o esperado “Exército dos Mortos”, aos romances da adolescência com as trilogias “A Todos os Rapazes” e “A Banca dos Beijos”, passando por terror adolescente e a adaptação de livros em filmes com “A Mulher à Janela” e “Munich”, a Netflix promete aos mais variantes assinantes as suas categorias de eleição.

Ainda que sejam conhecidos do grande público, Lin-Manuel Miranda vai estrear do lado oposto da câmara e dirigir o seu primeiro filme para a Netflix. A única certeza de “Tick, Tick…Boom” é que terá Miranda a produzir e atores como Andrew Garfield, Jordan Fisher e Vanessa Hudgens.

Também aos 54 anos, uma das reconhecidas ‘Catwoman”, Halle Berry vai estrear-se na cadeira da produção com “Bruised”, no qual ainda representa o papel principal de uma mulher no mundo das artes marciais mistas. Fontes familiares com as negociações chegaram a apontar à revista “Variety”, em setembro, um negócio na ordem dos 20 milhões de dólares (16,5 milhões de euros).

Com um total de 52 semanas em 2021, os consumidores mais ávidos da Netflix podem contar com um total de 52 novos filmes, entre conteúdos originais e novas aquisições às listas de visionamento.

Ler mais
Recomendadas

Livro: “Apologia do Ócio”

Mais conhecido por tesouros numa dada ilha, que aqui não vêm ao caso, Robert Louis Stevenson discorre neste livro sobre a importância de cultivarmos vícios felizes. Por alguma razão o ‘fare niente’ é ‘dolce’.

Decisão “unilateral” de aumentar quotas de música portuguesa nas rádios “em nada favorece” rádios ou artistas, aponta associação

Para a ARIC, a medida é incompreensível por limitar as liberdades das rádios e poderá mesmo agravar a sua situação financeira, dado que muitos ouvintes poderão migrar para plataformas digitais onde não existem estas limitações.

Governos e associações firmam compromisso para realizar festivais de verão e concertos em 2021

A reunião por videoconferência contou com a presença da ministra da Cultura, Graça Fonseca, e com representantes de quatro associações de profissionais que organizam eventos e espetáculos musicais – APSTE, APORFEST, APEFE e AEAPP. Dentro de 15 dias, deverá ser apresentado um conjunto de “regras que permitam o desenvolvimento destas atividades sem comprometer a saúde pública”.
Comentários