PremiumNovo Banco vende mil milhões de malparado da Sogema e Ongoing

Os dois maiores devedores incluídos no pacote de créditos incobráveis que o Novo Banco pôs à venda com o nome de Nata 2, são a Sogema (540 milhões) e a Ongoing (590 milhões).

Na lista de créditos incobráveis que estão englobados no Projecto Nata 2, que o Novo Banco pôs à venda no início de março, estão os créditos da Sogema, de Bernardo Moniz da Maia, e da Ongoing, de Nuno Vasconcellos. Segundo apurou o Jornal Económico, o crédito malparado da Sogema tem o valor indicativo de 540 milhões de euros (o que incluirá juros) e os créditos da Ongoing, de Nuno Vasconcellos e Rafael Mora, têm o valor indicativo de 350 milhões de euros, a que acresce 240 milhões em papel comercial da holding que era dona do Diário Económico.

Estes são os maiores devedores no portefólio de NPL (Non Performing Loans ou malparado) que o Novo Banco pôs à venda este ano, tendo já escolhido três candidatos para avançarem para a segunda fase – a fase das propostas vinculativas (binding offers). O Jornal Económico confirmou, junto do Novo Banco, que passaram à segunda fase do concurso a Bain Capital, KKR com o Hipoges e o Davidson Kempner Capital. O jornal ‘Eco’ já tinha noticiado que o Bain, KKR e Davidson Kempner Capital Management vão avançar com propostas vinculativas.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Banco Montepio com 2,7 mil milhões de euros de crédito em moratória

Sem detalhar o peso no total da carteira, o Banco Montepio diz que concedeu 35 mil moratórias que totalizaram 2,7 mil milhões de euros com referência a 30 de junho de 2021, “evidenciando uma redução de 16% face ao final de 2020”.

Banco Montepio melhora prejuízos para 33 milhões no semestre

O banco liderado por Pedro Leitão regista uma variação positiva nos resultados no montante de 18 milhões de euros em junho. Mas produto bancário cai 12%. O rácio NPE (malparado) melhorou para 9,3%, face aos 12% do ano passado.

BCP financia em 55 milhões o empreendimento Bayline da Vanguard Properties

A Vanguard Properties, liderada por José Cardoso Botelho, assinou esta quinta-feira um contrato de financiamento com o Millennium BCP, no valor de 55 milhões de euros, para o projeto Bayline em Armação de Pêra, no Algarve.
Comentários