Novo hotel de cinco estrelas no Funchal tem duas piscinas infinitas no topo

O Savoy Palace vai abrir este verão na Madeira e vai ter 309 quartos e 43 suites. O objetivo da cadeia hoteleira é atrair mercados como os Estados Unidos da América, Brasil e Rússia.

O Savoy Palace vai abrir portas em junho no Funchal. É um hotel de cinco estrelas com duas piscinas infinitas no topo do edifício, mas vamos aos números: 309 quartos e 43 suites, 10 suites com piscina e uma suite presidencial com piscina, ainda há um spa de 230 metros quadrados, cinco piscinas, cinco restaurantes, oito bares e salas de conferência com capacidade até mil pessoas.

O objetivo do Savoy Palace é “ser uma referência europeia e líder na região e no país”, pretendendo atrair mercados como os Estados Unidos da América, Brasil e Rússia, segundo o grupo hoteleiro, de forma a poder contribuir para o reforço do posicionamento da região no mundo.

O interior do hotel é uma homenagem à ilha da Madeira, com pormenores como a floresta laurissilva, as grutas do SPA, bordado madeira no lobby e nos quartos,  e vista do céu e das estrelas no bar, assinado pela designer de interiores madeirense Nini Andrade de Silva e pela RH+ Arquitetos.

Esta nova unidade de luxo tem também vista para o oceano desde algumas piscinas e jardins que misturam o moderno com o histórico, estendo o legado do hotel Classic Savoy.

 

Relacionadas

Savoy Palace abre portas em junho na Madeira

A unidade hoteleira vai ter 309 quartos e 43 suites. O objetivo passa por ser uma referência europeia e atrair mercados como os Estados Unidos da América, Brasil e Rússia.
Recomendadas
Universidade Aveiro

Top 15: as universidades e os cursos com as notas mais altas

Nos primeiros lugares do Concurso Nacional de Acesso 2019 figuram quatro cursos de Engenharia: Aeroespacial e Física e Tecnológica, do Técnico, Bioengenharia e Engenharia e Gestão Industrial, da FEUP.

Pobreza, crime e poluição: Estas são as 10 piores cidades do mundo para se viver

Instabilidade política, poluição, pobreza e criminalidade são apenas quatro dos vários motivos para que estas cidades sejam consideradas as piores.

Tecnologia importa nos RH mas contacto pessoal prevalece para 93% dos profissionais

Os profissionais de recrutamento, apesar de recorrerem à IA, não descartam a importância do contacto pessoal entre o candidato. Mais de metade das equipas admite que um ‘tête-à-tête’ é essencial numa entrevista de emprego, de acordo com a consultora Robert Walters.
Comentários