Novo Minecraft Earth chega aos ‘smartphones’ e aposta na realidade aumentada

Com receitas que superam os mil milhões de euros, a Microsoft anunciou que vai lançar uma nova versão do popular jogo Minecraft mas desta vez com realidade aumentada.

A Microsoft revelou esta sexta-feira uma versão de realidade aumentada do seu jogo Minecraft. Este não vai ser só diferente no nome, visto que já foi apelidado de ‘Minecraft Earth’, mas também na forma como se joga, uma vez que a versão no smartphone permite captar elementos 3D da vida real.

No 10º aniversário do jogo, a Microsoft vai convidar alguns jogadores a experimentarem a versão inicial, embora os responsáveis não tenham divulgado a data em que o público geral vai conseguir jogar esta nova versão.

“Quando dizemos realidade aumentada, queremos mesmo dizer realidade aumentada. Não é apenas um jogo de geocaching com 2% de realidade aumentada. Decidimos entrar a pés juntos e construir o jogo de raiz como uma experiência que podes jogar tanto no ambiente em teu redor como no mundo, em parques e cidades, onde quer que estejas”, disse o responsável pelo ‘Minecraft Earth’, Torfi Olafsson.

A Microsoft adquiriu a fabricante do Minecraft, Mojang AB, em 2015, por 2,5 mil milhões de dólares (2,2 mil milhões de euros). O jogo permite que os utilizadores construam mundos virtuais a partir de blocos pixelados que representam coisas como madeira, minério, água e lava, sendo que interagem com animais, aldeões e outras criaturas.

Entre 2015 e 2018, o jogo rendeu mais de 1,3 mil milhões de dólares (1,16 mil milhões de euros). Só em 2018, o jogo vendeu 279,8 milhões de dólares (250,5 milhões de euros) enquanto no ano de estreia conseguiu atingir os 400 milhões de dólares (358,18 milhões de euros). A popularidade destes jogos aumentou depois de Pokémon Go, em 2016.

Os responsáveis já admitiram que o jogo vai estar disponível em iOS e em Android, além dos testes incluírem vários países fora dos Estados Unidos da América.

Ler mais
Recomendadas

Circulação do Jornal Económico dispara 70% até abril

A circulação total do Jornal Económico atingiu o valor mais elevado de sempre no segundo bimestre de 2019, com uma subida de 70% para uma média de 9.556 exemplares por edição, nos suportes em papel e digital, segundo os dados hoje divulgados pela Associação Portuguesa de Controlo de Tiragem e Circulação (APCT). Obrigado pela sua preferência!

Igreja quer transformar antigos seminários em residências universitárias

Segundo o secretário de Estado do Ensino Superior, o objetivo é dar resposta “imediata e robusta, logo no início do próximo ano letivo”, revelando a impossibilidade de ter 12 mil camas novas já em setembro.

Capital Airlines retoma voo direto entre China e Portugal 

A Capital Airlines vai retomar, no final de agosto, o voo entre Pequim e Lisboa, com uma paragem técnica em Xi’an, no noroeste da China, confirmou esta quinta-feira a companhia aérea chinesa à agência Lusa. Segundo fonte da empresa, a Administração da Aviação Civil da China já autorizou o voo, que arranca a 30 de […]
Comentários