Novo Terminal de Cruzeiros potencia crescimento de passageiros até junho deste ano

Analisando o primeiro semestre de 2019 por meses, maio foi “o melhor maio de sempre” no Porto de Lisboa, totalizando 85.700 passageiros. O recorde do mês que datava de 2017, era de 81.971 passageiros.

O Porto de Lisboa registou um crescimento de 8% no número de passageiros de cruzeiro no primeiro semestre de 2019, para 239.135 passageiros, valor que compara com os 221.0723 verificados entre janeiro e julho de 2018, foi esta segunda-feira anunciado.

A presidente do conselho de administração do Porto de Lisboa, Lídia Sequeira, explicou, citada em comunicado, que a melhoria registada deve-se à localização do porto da capital, que “confere-lhe vantagens acrescidas relativamente a outros portos, no que respeita ao início da época de cruzeiros no Mediterrâneo e às viagens de reposicionamento”.

O aumento verificado no número de passageiros nos primeiros seis meses do ano também resultou dos crescimentos de 41% dos passageiros em turnaround (de 20.518 passageiros para 29.026 passageiros), e de 5% dos passageiros em trânsito, que passaram de 200.554, em 2018, para 210.109, em 2019.

“A variação do segmento de turnaround significa a realização de operações com um maior número de passageiros a embarcar e a desembarcar, e pelo aumento do número de escalas em interporting”, salientou Lídia Sequeira.

A melhoria do número de passageiros também se explica pelas novas instalações do novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa. O crescimento das viagens de turnaround, é uma consequência direta das nova infraestrutura, lê-se no comunicado.

De janeiro a junho de 2019 registaram-se 29 travessias transatlânticas contra as 24 ocorridas em igual período de 2018, verificando-se igualmente o aumento do número de navios de cruzeiro a operar no Mediterrâneo e ilhas atlânticas, que passou de 177 em 2018 para 193 em 2019.

Analisando o primeiro semestre de 2019 por meses, maio merece especial destaque, por ter sido o melhor maio de sempre, em passageiros de cruzeiro, no Porto de Lisboa: totalizaram 85.700, ultrapassando o recorde do mês que datava de 2017, com 81.971 passageiros.

Ler mais

Recomendadas

OCDE reitera sinais de abrandamento na zona euro, Alemanha e EUA

Em relação a Portugal, o indicador compósito avançado da OCDE manteve-se em setembro pelo terceiro mês consecutivo nos 98,9 pontos, mantendo-se assim abaixo dos 100 pontos desde novembro de 2018.

CMVM: Empresas demonstram falta de conhecimento sobre finanças sustentáveis

De acordo com o relatório divulgado pelo regulador do mercados sobre os fatores ‘ESG’, as 17 entidades envolvidas nessa consulta pública, entre as quais empresas e associações representativas do setor empresarial e financeiro e dos consumidores, sinalizaram dificuldades de “imprecisão e confusão conceptual” sobre o tema.

Lisboa e Porto concentram mais de metade do poder de compra em Portugal

Apenas em 32 dos 308 municípios portugueses, o poder de compra per capita é superior à média nacional.
Comentários