Número de internados continua a descer. Novos casos de contágio regressam a valores de outubro

O dia de hoje representa ainda a 11ª descida consecutiva nos internamentos em cuidados intensivos. O valor atingido hoje é também o valor mais baixo desde o passado dia 13 de janeiro, quando se verificavam 596 internados em estado delicado.

Mário Cruz/Lusa

A pandemia da Covid-19 está a dar tréguas a Portugal, com os números a reduzir significativamente todos os dias.

O relatório epidemiológico divulgado esta terça-feira, 23 de fevereiro, mostra que o número de internamentos voltou a reduzir. Ao de hoje verificam-se menos 310 internamentos nas unidades Covid e menos 30 doentes nas unidades de cuidados intensivos. Assim, até à meia-noite verificava-se a presença de 3.012 pacientes internados e 597 em cuidados intensivos.

O dia de hoje representa ainda a 11ª descida consecutiva nos internamentos em cuidados intensivos. O valor atingido hoje é também o valor mais baixo desde o passado dia 13 de janeiro, quando se verificavam 596 internados em estado delicado. Este é também o primeiro dia, desde 5 de fevereiro, em que o número de casos fica abaixo dos 600 internados.

Por sua vez, o pico de internamentos foi atingido a 1 de fevereiro, e este é o primeiro dia em que se verifica uma descida no número de internados desde esse dia. O dia de hoje fica atrás de 2 de janeiro, quando se verificavam 2.858 internados.

Também o número de novos casos tem diminuído consideravelmente nos últimos dias. O número de novos casos registados no último boletim dão conta de 1.032 novos casos, o mais baixo desde o passado dia 6 de outubro, quando foram registados 427 casos e Portugal tinha a sua situação epidemiológica controlada.

À semelhança dos novos casos, os casos ativos também continuam a cair, conquistando-se hoje o 23º dia consecutivo em que estes caem. Ao dia de hoje existem menos 3.598 casos ativos, que comparam com os dados de domingo. Os 77.044 casos ativos divulgados esta terça-feira comparam com os 76.675 casos registados a 2 de janeiro.

Ler mais
Recomendadas

Governo espera reabrir turismo em maio

“Por enquanto, as viagens não essenciais precisam de ser restritas, mas acreditamos que Portugal vai poder permitir viagens sem restrições em breve, não só para pessoas vacinadas, mas também para pessoas imunes ou que testem negativo”, afirmou Rita Marques à BBC.

SATA aprova acordo de emergência. Sindicato diz que salvou mais de 500 postos de trabalho na TAP

Num universo de 213 associados tripulantes da SATA, votaram 152 associados, com 135 votos a favor e 17 votos contra o ‘Acordo de Emergência’, releva um comunicado do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil, dando assim por concluído um processo que envolveu 40 reuniões com as administrações da PGA, da TAP e da SATA, num balanco global em que o sindicato destaca que se salvaram mais de 500 postos de trabalho na TAP.

Portugal vai entregar 60 mil testes à Covid-19 a Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe

As três nações dos PALOP recebem o material de diagnóstico e rastreio ao coronavírus entre esta sexta-feira e sábado.
Comentários