Nuno Melo adverte novo líder do CDS sobre o significado de “certas palmadas nas costas”

Francisco Rodrigues dos Santos respondeu ao eurodeputado no Twitter e garantiu que conta com todos para o partido.

Nuno Melo
Nuno Melo no Congresso de Aveiro

O eurodeputado Nuno Melo, que apoiou João Almeida no Congresso do CDS-PP, advertiu através da sua conta de Twitter o novo líder, Francisco Rodrigues dos Santos, que deverá perceber “o significado verdadeiro de certas palmadas nas costas” para que o partido possa ter futuro.

A mensagem, na qual o primeiro subscritor da moção “Direita Autêntica” (que não chegou a ser submetida aos votos dos congressistas) reconhece que o até agora presidente da Juventude Popular venceu a disputa eleitoral com justiça, é acompanhada por imagens da tribuna de honra do congresso em que Francisco Rodrígues dos Santos é cumprimentado com abraços e palmadas nas costas por Filipe Lobo d’Ávila e António Carlos Monteiro, que aceitaram ser vice-presidentes do CDS-PP.

Sem perguntar o “significado verdadeiro” que Nuno Melo verá nessas palmadas nas costas, Rodrigues dos Santos respondeu à mensagem com um agradecimento, um abraço e uma garantia: “Conto consigo, o CDS precisa de todos.”

Filipe Lobo d’Ávila levou até ao fim a sua candidatura à sucessão de Assunção Cristas, tendo mais de 200 congressistas a apoiar a sua moção de estratégia global e aceitou ser vice-presidente do partido na lista única em nome da “unidade do partido”, enquanto o atual chefe de gabinete do grupo parlamentar António Carlos Monteiro foi o único dos apoiantes de João Almeida e membros da “linha portista” a juntar-se ao vencedor do Congresso de Aveiro.

 

Ler mais
Relacionadas
Francisco Rodrigues dos Santos

‘Chicão’ inaugura nova era no CDS-PP. Saiba o que defende em dez pontos

O novo presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, reclama “um novo rumo para o país” que diz ter sido tomado pela “a quadrilha das esquerdas unidas”. Quer erguer “uma nova direita” e propõe um novo contrato social aos portugueses. Mas não se fica por aqui. Um SNS aberto à iniciativa privada e o alargamento dos contratos de associação no ensino são outras das propostas que apresenta ao país.

Adeus Portismo, Olá Chiquismo. Quem é quem na direção de Francisco Rodrigues dos Santos

Francisco Rodrigues dos Santos foi eleito este domingo o oitavo presidente do CDS-PP. A equipa que o vai acompanhar é composta por sete vice-presidentes, um secretário-geral e um coordenador autárquico. Nenhum dos cargos da direção é desempenhado por uma mulher.

Francisco Rodrigues dos Santos: “Vamos acabar com a folga que tem sido dada na oposição ao Governo socialista”

O novo presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, compromete-se a unir o partido e construir uma oposição construtiva e não uma “trovoada de protestos” para combater as esquerdas e o socialismo em Portugal, com a perspetiva de “lançar as bases para uma nova maioria de direita em 2023”.
Recomendadas

“Está tudo maluco?” é a reação de ex-deputado do PSD à “lei da rolha” no grupo parlamentar

Luís Menezes ataca decisão da direção de Rui Rio de passar a filtrar os contactos da comunicação social com os membros do grupo parlamentar social-democrata.

Questões-chave para perceber a discussão sobre a eutanásia

A despenalização da eutanásia dividiu os partidos representados na Assembleia da República e a sociedade civil, com a Ordem dos Médicos e a dos Enfermeiros a rejeitarem a medida.

Operação Lex: Marcelo não comenta antes de o Conselho Superior da Magistratura se pronunciar

Questionado se situações como esta adensam o descrédito da população na Justiça, o Presidente começou por reiterar não querer pronunciar-se “antes de o órgão que tem competência para apreciar essa matéria no quadro do poder judicial se pronunciar”.
Comentários