O professor do ano

Numa escola da Figueira da Foz há um professor que continua a transmitir paixão pelo conhecimento. Os alunos recordam e agradecem.

Carlos Portela é professor de Ciências Físico-Químicas na Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, na Figueira da Foz, desde 1992. E vem aqui referenciado pelo prémio que lhe foi atribuído em 2019: professor do ano, pela Casa das Ciências, da EDULOG, da Fundação Belmiro de Azevedo.

Nasceu em Moçâmedes, Angola, em 1966. Reside na Figueira da Foz desde 1992. É licenciado em Física e mestre em Ensino da Física e da Química, pela Universidade de Coimbra. Figura conhecida e influente na comunidade do ensino secundário das ciências em Portugal, viu assim reconhecido o mérito como docente do ensino básico e a disponibilidade de partilhar a sua experiência com os colegas.

Nas palavras de Bruno Moura, antigo aluno, “o professor Portela, para além de ser excelente no que faz, é uma pessoa que ama ensinar e consegue transmitir essa paixão aos alunos”. Os elogios prosseguem por parte de outra ex-aluna. “Representa tudo aquilo que na realidade devia ser o «professor»: alguém preocupado em transmitir o saber e o conhecimento para que os alunos o entendam”, realça Raquel Pina.

Carlos Portela não só ensinou como inspirou. É o que nos diz Inês Sebastião, ao recordar “a humildade, disponibilidade, simpatia e sentido de humor” do professor. “Ainda me recordo de bastantes momentos divertidos nas aulas que nos faziam aprender sem nos apercebermos disso. Agradeço por isso ao professor Carlos Portela o papel determinante no desenvolvimento da minha paixão por Física e por Química”.

Recomendadas

Ciência à Conversa no Politécnico de Setúbal debate as potencialidades da biorrefinaria

A iniciativa tem como finalidade a divulgação dos novos conhecimentos produzidos no politécnico, num registo informal e acessível a todos.

João Varandas Fernandes, membro do Conselho Científico da UAL: “Queremos criar um centro de investigação em Enfermagem com impacto”

A Cooperativa de Ensino Universitário, que integra a UAL, está a apostar fortíssimo na área da Saúde. O primeiro passo da estratégia foi a aquisição, em novembro, da Escola Superior de Enfermagem S. Francisco das Misericórdias. O segundo consiste na criação do Centro de Investigação e Desenvolvimento. João Varandas Fernandes, Coordenador da área das Ciências da Saúde, revela ao JEUniversidades a estratégia e o novo posicionamento do Grupo CEU.

FDUL e ISEG lançam Mestrado em Direito e Gestão

Arranca já no próximo ano letivo 2021/2022 e é especialmente destinado a licenciados nas áreas de Direito, Gestão, Economia ou Finanças.
Comentários