OE2022: PS destaca “importância de estabilidade política”

Segundo José Luís Carneiro a estabilidade financeira “é um fator decisivo para conseguirmos garantir agora que temos instrumentos financeiros que foram negociados com a União Europeia”.

Flickr/PS

O secretário-geral adjunto do Partido Socialista (PS) sublinhou a “importância de estabilidade política” depois de se ter reunido com o Presidente da República para falar sobre o Orçamento do Estado para 2022.

Em declarações aos jornalistas, José Luís Carneiro começou por sinalizar que falou com Marcelo Rebelo de Sousa sobre os “resultados positivos que mostram que temos todos, enquanto comunidade nacional, conseguido resistir não apenas à crise pandémica, mas também criar condições de proteção das empresas, de proteção do emprego e de proteção dos rendimentos”.

Segundo José Luís Carneiro, o partido valoriza “a importância da estabilidade política”. “É um fator decisivo para conseguirmos garantir agora que temos instrumentos financeiros que foram negociados com a União Europeia para garantirmos a recuperação das condições económicas e sociais”, completou.

“Como sabemos bem as autarquias e os poderes regionais são essenciais para conseguirmos recuperar as condições de vida económica e social, mas para que isso possa acontecer em plenitude, em condições de podermos executar consoante nos comprometemos com a União Europeia”, afirmou o socialista.

Assim, para os socialistas é importante “a capacidade de trabalharmos de forma coesa em equipa para vencermos as dificuldades de recuperação económica e social é absolutamente indispensável e para nós a estabilidade política”.

Quanto à falta de apoio do Partido Social Democrata (PSD) nas negociações do Orçamento do Estado, José Luís Carneiro apenas referiu que “o PS entende que toda a cooperação é bem vinda”.

 

 

Recomendadas

Estado paga subvenções vitalícias a 239 ex-políticos e juízes

A lista divulgada este mês pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) revela que há 310 ex-políticos entre antigos primeiros-ministros, ex-deputados ou autarcas e juízes do Tribunal Constitucional, dos quais 239 representam um custo para o Estado.

Costa criticado à esquerda e à direita por declarações sobre a Galp

Os vários partidos políticos deixaram críticas sobre o ataque de António Costa à Galp pelo encerramento da refinaria de Matosinhos. Se à esquerda foi criticado pelas declarações que consideram ser tardias, à direita apontaram que em maio teve declarações contraditórias.

Sondagem aponta que Rui Moreira pode renovar a maioria absoluta no Porto

Rui Moreira reúne 45% das intenções de voto, com o PS a recuar 11 pontos face aos resultados obtidos em 2017.
Comentários