BCE aprova Christine Lagarde como nova presidente

O mandato de Mario Draghi vai ter terminar a 31 de outubro, depois de ter estado oito anos ao leme da instituição. Depois do parecer favorável do BCE, a antiga líder do FMI vai ser formalmente nomeada pelo Conselho Europeu.

Christine Lagarde vai ser a nova presidente do Banco Central Europeu (BCE), depois de ter obtido um parecer favorável pelo conselho de governadores da instituição. A francesa vai assim substituir o italiano Mario Draghi no cargo.

O anúncio foi feito pelo BCE esta quinta-feira, 25 de julho. Depois de ter sido nomeada pelos governos da zona euro, esta aprovação era necessária para que a antiga líder do Fundo Monetário Internacional (FMI) assuma o cargo a 1 de novembro deste ano.

“O Governo de governadores não tem objeções à candidata proposta, Christine Lagarde, que é uma pessoa com reconhecida experiência profissional em matérias monetárias ou bancárias”, segundo o comunicado do BCE.

O mandato de Mario Draghi vai ter terminar a 31 de outubro, depois de ter estado oito anos ao leme da instituição.

“Após a opinião do conselho de governadores e a adoção da opinião pelo Parlamento Europeu, a nova presidente vai ser nomeado pelo Conselho Europeu”, segundo o comunicado do BCE.

Relacionadas

Lagarde deixa Fundo Monetário Internacional a 12 de setembro

A diretora do FMI apresentou oficialmente a sua demissão do cargo numa carta enviada ao conselho executivo.

“Herança muito perigosa”. Draghi deixa a Lagarde situação difícil, analisam economistas

Para Pedro Lino, economista e administrador da Dif Broker e da Optimize, “o testemunho que é passado a Christine Lagarde [na liderança do BCE] é diferente porque é uma bolha ainda maior”, sendo “uma herança muito perigosa que terá de ser gerida de maneira muito cautelosa”.

Lagarde: um novo estilo de liderança no BCE

Sábia, elegante e com um discurso acutilante. O estilo de Lagarde à frente do Banco Central Europeu será diferente do de Draghi, disseram esta noite especialistas ouvidos pela Bloomberg.
Recomendadas

Mercado automóvel sobe 3,3% até novembro, mas cai face a 2019

“Nos 11 meses de 2021, foram colocados em circulação 163.944 novos veículos, o que representou uma diminuição de 33,1% relativamente a 2019, apesar da comparação com 2020 mostrar um aumento de 3,3%”, indicou, em comunicado, a ACAP.

Covid-19: ANA diz que recuperação do tráfego está nos 50%, mas nova variante pode obrigar a rever previsões

A gestora aeroportuária diz que foi conservadora nas previsões que fez e que, por isso, está a ser surpreendida “pela positiva”, mas admite que a nova variante do SARS-CoV-2 poderá forçá-la a alterar projeções, devidos a possíveis cancelamentos.

UE só exportou metade do valor de produtos de energia verde importados em 2020

O valor das importações de painéis solares e biodiesel foi muito superior ao valor correspondente das exportações dos 27 Estados-membros destes bens para países fora da UE.
Comentários