Oposição pede construção de novos aterros na Madeira

O partido questionou para onde vão as as terras e entulhos de obras, e resíduos inertes e demolição das obras que se realizam na Madeira. O JPP considerou que os depósitos de terras têm sido um problema contínuo com “poucas soluções” apresentadas pelas entidades governamentais. O CDS-PP defendeu também a necessidade de se construir uma rede de aterros.

O PCP alertou para a necessidade de construção de novos aterros na Madeira, para dar resposta à deposição de materiais vindos de obras como o Novo Hospital, defendendo ainda que a coordenação deve ser feita por uma comissão que envolva os municípios e o executivo regional. O CDS-PP foi outro partido a pedir uma rede para deposição desses materiais

“Com um só aterro não haverá tempo de resposta para recolher estes aterros”, lembrou Sílvia Vasconcelos, deputada do PCP, sobre onde vão ser depositados os materiais das obras do novo hospital quando estas arrancarem.

A comunista questionou também para onde “vão as terras e entulhos de obras e resíduos inertes e de demolição” das obras que se realizam na Madeira.

“Que soluções vislumbra o Governo Regional para receber estes materiais”, voltou a questionar a deputada do PCP. Sílvia Vasconcelos alertou que é “preciso atempar” os estudos nesta matéria”.

A deputada comunista defendeu ainda que deve ser criada uma comissão coordenadora que envolva municípios e o executivo regional, relativamente a esta rede de aterros e vazadouros na Madeira.

O JPP considerou que os depósitos de terra “têm sido um problema contínuo” onde poucas soluções têm sido apresentadas pelas entidades governamentais. “A solução tem passado por depósitos em zonas de aterro sem condições técnicas, sem preparação de estruturas, sem retenção e quiçá reutilização dos inertes, e sem consideração sobre o impacto ambiental”, disse Rafael Nunes, deputado do JPP.

“Não é aceitável ver entulhos espalhados nas estradas”, disse Lino Abreu do CDS-PP, considerando ser necessário urgentemente construir essa rede de aterros.

O PSD, através de Élvio Encarnação, admitiu que se cometeram alguns erros, devido ao ‘boom’ das obras públicas, onde se fez alguns aterros nas serras da Madeira.

A Assembleia Legislativa da Madeira discute um projecto de Decreto Legislativo Regional, do PCP, sobre a urgência de uma rede de aterros ou vazadouros.

 

 

Ler mais
Recomendadas

Governo da Madeira assina memorando com representantes de táxis

O memorando prevê um apoio financeiro no valor equivalente a um IAS por cada trabalhador (438,81 euros), incluindo gerentes e sócios-gerentes.

Madeira deve alocar 40 milhões de euros para estragos provocados pelo temporal de 25 de dezembro

A ‘reposição e reconstrução da rede viária regional’ e ‘reposição, reconstrução e melhoria da rede hidrológica regional’ são as rubricas com um custo previsto mais elevado, que está calculado em 17,8 e 15,9 milhões de euros.

Madeira: PS reivindica revisão da Lei das Finanças Regionais e do Estatuto Político Administrativo

Com a revisão da Lei das Finanças Regionais e do Estatuto Político Administrativo o PS pretende alterar a fórmula de cálculo do fundo de coesão, de modo a que a região tenha acesso a mais verbas do Estado.
Comentários