Paddy Cosgrave: “Faltam duas semanas para a Web Summit. É tão bom estar de volta”

O empreendedor irlandês escreveu no Twitter que a “fase de construção” da cimeira tecnológica e de empreendedorismo já começou em Lisboa. “Palcos e expositores estão em andamento”, referiu o fundador e CEO.

Cody Glenn/Web Summit

O fundador e CEO da Web Summit destacou esta segunda-feira, na rede social Twitter, que a cimeira tecnológica que se volta a realizar em Lisboa está quase a começar. O empreendedor irlandês Paddy Cosgrave recorda que faltam duas semanas para a noite de abertura.

“A fase de construção começou em Lisboa. Palcos e expositores estão em andamento. Há muito para construir. Vejo-vos todos em Lisboa. É tão bom estar de volta ao vivo”, escreveu Paddy Cosgrave, no seu mais recente tweet.

Na apresentação do evento, que ocorreu na Altice Arena, onde é o palco principal da cimeira, o fundador da Web Sumit reafirmou que, depois de uma edição online, a organização espera agora o máximo de participantes: 40 mil pessoas de todo o mundo. “Estamos a trabalhar com o Governo e a DGS para garantir que as regras sanitárias são cumpridas”, assegurou, em conferência de imprensa.

No entanto, Paddy Cosgrave explicou que, em termos logísticos, tornou-se impossível manter o número de palcos e, portanto, de oradores, mas é expectável que em 2022 se regresse ao normal. Ainda assim, clarificou que haverá mais empreendedores no palco: ou seja, fundadores e CEO de empresas que estão com um crescimento rápido em vez de gestores de grandes multinacionais que costumam estar sempre presentes na lista de oradores.

Quanto à iniciativa “Night Summit”, organizada no âmbito deste evento para networking depois dos painéis e exposições, será distribuída vários pontos da cidade para evitar ajuntamentos e apoiar os pequenos negócios que foram negativamente impactados com o confinamento.

A Web Summit, uma das maiores conferências de tecnologia do mundo, regressa presencialmente a Lisboa nos próximos dias 1 a 4 de novembro, depois de um ano em formato exclusivamente virtual, devido à pandemia de Covid-19. Contudo, à semelhança do que acontece com outros encontros desta natureza, irá exigir aos seus participantes um certificado de vacinação contra a Covid-19 ou um teste PCR ou antigénio negativo feito, no máximo, nas 72 horas anteriores ao evento, apesar da evolução positiva da situação epidemiológica em Portugal.

Em 2019, a Web Summit teve um impacto sobre a procura interna de 72 milhões de euros e um impacto sobre a receita fiscal nacional de 24,9 milhões de euros.

Recomendadas

Farmácias fazem “tudo o que é humanamente possível” face à procura de testes

Segundo disse Ema Paulino à Lusa, na terça-feira as farmácias portuguesas realizaram 47.500 testes de antigénio, quando na sexta-feira anterior foram feitos cerca de 30.500 despistes do coronavírus.

Já foram multados 152 passageiros e 10 companhias nas fronteiras aéreas por falta de teste

Os dados do MAI avançam também que pelo menos 10 companhias aéreas foram multadas por terem transportado passageiros sem teste negativo à covid-19 ou certificado de recuperação, condições obrigatórias desde quarta-feira para entrar em Portugal continental através das fronteiras aéreas.

Câmara de Lisboa diz que ministra da Saúde tem de “pôr ordem” na vacinação

“A ministra tem de pôr a casa em ordem, tem de pôr os serviços de saúde em ordem e a funcionarem bem, coisa que não está a acontecer”, disse Ângelo Pereira, à margem de uma iniciativa a propósito do Dia Internacional de Pessoa com Deficiência.
Comentários