Papeleiras, CTT e Mota-Engil impulsionam PSI 20

A sessão na bolsa nacional decorre sem cotadas a apresentar perdas na sessão desta quarta-feira.

O principal índice bolsista português (PSI 20) soma 0,61%, para 5.025,25 pontos, em linha com as principais praças europeias esta quarta-feira, 11 de setembro. Em Lisboa, 14 empresas cotadas negoceiam em alta e quatro não apresentam variações.

Os ganhos das papeleiras Altri (1,64%), Semapa (1,15%) e Navigator (1,98%), dos CTT (1,62%) e da Mota-Engil (2,38%) contribuem para a evolução do PSI 20. Entre estas, destacam-se os títulos dos CTT que, segundo os analistas do BPI, “depara-se com um um novo obstáculo técnico formado” pela cotação de acima dos 2,10 euros, depois de superar a resistência de curto prazo dos 1,99 euros.

Também a EDP é destaque, depois de ter sido noticiado que a elétrica angariou 600 milhões de euros de obrigações verde a sete anos. A empresa liderada por António Mexia soma 0,12%, para 3,45 euros.

A sessão na bolsa nacional decorre sem empresas a apresentar perdas.

Entre as principais praças europeias, os investidores aguardam novas movimentações sobre a guerra comercial depois de ter sido informado que a China está a preparar medidas para minimizar o impacto do conflito. Os investidores aguardam também a próxima reunião do Banco Central Europeu (BCE), que vai revelar na quinta-feira se corta ou não nas taxas de juros.

Relacionadas

Obrigações ‘verdes’: EDP angaria 600 milhões e paga menos na emissão

A elétrica já emitiu 2.100 milhões de euros de green bonds em menos de um ano. Esta foi a terceira emissão de obrigações verdes por parte da elétrica sendo que a dívida destina-se a financiar projetos de energia eólica e solar.

Multas da Concorrência aos bancos vão dos mil euros aos 82 milhões de euros

A CGD, o BCP, o Santander e o BPI representam mais de 90% da multa histórica de 225 milhões de euros aplicada pela Concorrência a 14 bancos. O banco público, multado em 82 milhões, teve a coima de maior valor. No pólo oposto encontra-se o Banif, com uma multa de mil euros.

CGD vai recorrer da condenação de 82 milhões de euros imposta pela Concorrência

O banco liderado por Paulo Macedo afirmou ainda que “os tribunais competentes confirmarão a total improcedência e absoluta falta de fundamentação da imputação de irregularidades que lhe é feita”.
Recomendadas

Espanha: S&P revê em alta ‘rating’ e DBRS melhora perspetiva da dívida pública

A Standard and Poor’s subiu em um grau o ‘rating’ atribuído a Espanha, de A- para A, com perspetiva estável. Quanto à dívida pública, a DBRS manteve a nota em A, mas melhorou a perspetiva, ao passá-la de estável para positiva.

Declarações de Trump alarmam investidores. Wall Street ressente-se e fecha semana no ‘vermelho’

A insistência de Donald Trump num “acordo completo” com a China, e o desprezo por um “parcial”, causam insegurança nos investidores e Wall Street fecha em território negativo.

BCP põe Bolsa de Lisboa a divergir da subida dos mercados da Europa

O BCP foi o pior ‘performer’ da sessão contrariando a performance dos pares europeus. As ações do banco em Portugal foram contagiadas pela queda do Millennium Bank na Polónia. A sessão acabou por ser positiva para a maioria dos principais índices de ações europeus.
Comentários