Desafios da formação vão estar em debate na mesa-redonda do Jornal Económico

Novas competências, adequação ao mercado e formação ao longo da vida são temas para o futuro.

O Jornal Económico vai promover, esta sexta-feira, 30 de julho, uma mesa-redonda sobre “Os Desafios da Formação em Portugal”, que contará com a participação de agentes de diferentes segmentos do sector formativo, como a formação profissional, o ensino politécnico e o ensino superior.

Nesta mesa-redonda, vamos procurar debater a resposta das organizações do sector da formação à pandemia Covid-19 e saber como se adaptaram. Vamos discutir os desafios das novas competências e a reestruturação dos currículos, da adequação da oferta às necessidades do mercado de trabalho e da formação ao longo da vida. E vamos olhar para o pós-pandemia e perceber quais são as principais tendências e as expectativas que têm os diferentes participantes quanto à evolução da oferta e da procura de talento.
A conferência sobre “Os Desafios da Formação em Portugal” terá a duração de cerca de 50 minutos e será transmitida através da plataforma multimédia JE TV, em www.jornaleconomico.pt, e das contas do JE nas principais redes sociais, a partir das 12h00.

O mercado de trabalho estava já em mudança, antes da pandemia de Covid-19, com as empresas a procurarem competências específicas, nomeadamente relacionadas com os processos de digitalização e de automação. Esta evolução refletia-se já na formação, porque a necessidade manifestada pelo mercado obrigava à adaptação de currículos e, mesmo, de processos de resposta, porque a realidade mudava muito rapidamente. Termos como reskilling e upskilling passaram a fazer parte do jargão dos departamentos de recursos humanos, demonstrando a necessidade de resposta do capital humano a novos desafios que as organizações enfrentam. A pandemia acelerou estas tendências e acentuou necessidades, como a da aprendizagem ao longo da vida, que tem tido difícil adesão em Portugal.

A conferência sobre “Os Desafios da Formação em Portugal” será transmitida no mesmo dia em que é publicada a edição do Jornal Económico que inclui o “Quem é Quem do Sector da Formação em Portugal”, que estará também disponível em www.jornaleconomico.pt.

 

Recomendadas

Inovação e talento na advocacia em debate

Gestão da inovação e identificação e retenção de talento são dois desafios que a advocacia terá de enfrentar pós-pandemia. Aresposta é essencial para o desenvolvimento da atividade.

PremiumPandemia pode acelerar presença de mulheres nas TIC

A sub-representatividade feminina nas tecnologias de informação e comunicação continua a ser uma realidade, apesar da evolução positiva nos últimos anos. A pandemia e a escassez de recursos podem acelerar o processo.

Aceleração da digitalização em Portugal obriga a reforço de competências generalizado

A conferência sobre Tecnologia no Feminino contou com a participação de Rosa Monteiro, secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade; de Vanda de Jesus, diretora Executiva da Portugal Digital; de Inês Lucas, diretora de IT da REN – Redes Energéticas Nacionais; e de Beatriz Durão, junior Energy Service Engineer da Huawei Portugal.
Comentários