Passageiros vão poder fazer testes no continente antes da viagem para os Açores

Segundo a Secretaria Regional da Saúde, “os cidadãos poderão escolher o laboratório no qual pretendem fazer o seu teste de despiste do novo coronavírus entre a lista de entidades convencionadas”.

Os passageiros do território continental que pretendam viajar para os Açores vão passar a poder realizar testes de despiste ao coronavírus SARS-CoV-2 em laboratórios do continente, anunciou hoje o Governo Regional.

“O Governo dos Açores vai alargar ao continente, a partir de 1 de julho, a rede de laboratórios de análises de despiste da Covid-19, através de convenções com laboratórios privados e do setor social, agilizando, também por esta via, os procedimentos para quem pretende viajar para a região”, diz uma nota do executivo.

Na prática, segundo a Secretaria Regional da Saúde, “os cidadãos poderão escolher o laboratório no qual pretendem fazer o seu teste de despiste do novo coronavírus entre a lista de entidades convencionadas, que será divulgada no Portal do Governo dos Açores, devendo apresentar comprovativo de reserva e pagamento da viagem entre o território continental e a Região Autónoma dos Açores”.

Citada na nota, a secretária regional da Saúde explica que estes laboratórios ficam obrigadas a realizar o teste no prazo de 72 horas antes da viagem e que o resultado é remetido ao passageiro e à Direção Regional da Saúde antes do voo.

Segundo Teresa Machado Luciano, “a convenção com estes laboratórios do continente vai permitir a realização de testes de despiste ao coronavírus SARS-CoV-2 pela metodologia RT-PCR, considerada a mais fiável por entidades de referência de âmbito nacional e internacional”.

As convenções, sublinha, resultam de “um estreito trabalho” desenvolvido nas últimas semanas pelo Governo dos Açores e pela Associação Nacional de Laboratórios de Análises Clínicas, “com o objetivo de reforçar as condições de segurança de quem viaja para a região e dos açorianos”.

As regras para o estabelecimento das convenções constam de uma portaria publicada hoje em Jornal Oficial.

Até ao momento, foram detetados na região 151 casos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença Covid-19, verificando-se atualmente três casos positivos ativos, dois em São Miguel e um na Terceira.

No arquipélago, 130 pessoas recuperaram, 16 morreram e duas regressaram a Portugal continental.

Ler mais
Recomendadas

Esta é a chave vencedora do Euromilhões

Em jogo está um ‘jackpot’ de 143 milhões de euros.

Governo admite que Programa de Arrendamento Acessível ficou aquém das expectativas

“Não, eu queria mais. Nós neste momento ainda não chegámos às três centenas de contratos já firmados. Não nos chega, nós queremos muito mais”, afirmou a secretária de Estado da Habitação, Ana Pinho.

Deco mostra dúvidas sobre preços praticados nas teleconsultas

Relativamente às consultas do setor privado, a DECO tem registado algumas dúvidas sobre os preços praticados. A principal relaciona-se com a justiça de uma consulta por videochamada apresentar o mesmo custo económico para o utente. Essa é uma questão que deve ser respondida com urgência.
Comentários