Pinto Ribeiro assessora Blueotter na compra da Egeo Circular

O grupo empresarial português Blueotter comprou 100% do capital da participada da Egeo Tecnologia E Ambiente ligada à recolha e tratamento de resíduos não perigosos.

O grupo empresarial português Blueotter, que presta serviços de valorização e tratamento de resíduos não perigosos, contou com a assessoria jurídica da sociedade Pinto Ribeiro Advogados na operação de aquisição de 100% do capital da Egeo Circular, participada da Egeo – Tecnologia E Ambiente, S.A.

O escritório assessorou o comprador na preparação da documentação contratual e na auditoria legal a essa área de recolha e tratamento de resíduos não perigosos, serviços públicos urbanos e serviços de saneamento.

Os advogados da Pinto Ribeiro envolvidos no aconselhamento legal à Blueotter foram Susana Enes, João Antunes, Helena Carreiras (Corporate e M&A), André Miranda, Hugo Baptista Rodrigues (Público e Regulatório) e Marcos Sousa Guedes (Financeiro).

A Egeo Circular tem vendas anuais de cerca de 35 milhões de euros e mais de 500 trabalhadores, mas os valores do negócio não foram tornados públicos.

Recomendadas

A modernização “inevitável” de um setor tradicional como o da advocacia

Mesmo antes da aceleração que a pandemia promoveu, as sociedades de advogados de maior renome viviam já um processo de transição digital que facilitou a adaptação à advocacia remota.

O que dizem os advogados sobre a inovação na hora de servir o cliente

Líderes e responsáveis de inovação dos principais escritórios de advocacia em Portugal falam em compatibilidade entre deontologia e tecnologia, mas alertam para a necessidade de uma “sensabilidade acrescida” ou até de criação de comités para garantir o cumprimento dos deveres da profissão.

Premium‘Big Four’ afastadas da auditoria aos créditos a Luís Filipe Vieira

PwC estava a avaliar restruturação de créditos à Promovalor, mas como a firma audita contas do Benfica SAD, o Novo Banco terá de selecionar nova auditora.
Comentários