PJ faz buscas em clínicas privadas por suspeitas de fraude ao SNS

Foram constituídos dez arguidos e foi detido, em flagrante delito, um profissional de saúde do sexo masculino com 65 anos. PJ realizou nove buscas domiciliárias e duas a clinicas privadas. Na mira da justiça está a missão de atestados médicos falsos e prescrição de receituário comparticipado a 100% pelo SNS, para aquisição de hormonas de crescimento.

A Polícia Judiciária (PJ), através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), e com a colaboração do Ministério Saúde, realizou nove buscas domiciliárias e duas a clínicas privadas por suspeita dos crimes de burla qualificada, falsificação de documento e atestado falso. Na mira da justiça está um esquema de fraude no Serviço Nacional de Saúde (SNS) que passa emissão de atestados médicos falsos e prescrição de receituário comparticipado a 100% pelo SNS, para aquisição de hormonas de crescimento. Na sequência desta acção, foram constituídos 10 arguidos e detido um profissional de saúde em flagrante delito.

“No âmbito de um inquérito que corre termos no DCIAP, relacionado com o combate à fraude ao Serviço Nacional de Saúde, nomeadamente, emissão de atestados médicos falsos e prescrição de

receituário comparticipado a 100% pelo SNS, para aquisição de hormonas de crescimento”, revela a PJ em comunicado.

Foram constituídos dez arguidos e foi detido, em flagrante delito, um profissional de saúde do sexo masculino com 65 anos.

A PJ dá conta de que  realizou nove buscas domiciliárias e duas a clínicas privadas, “tendentes a confirmar a eventual prática dos crimes de burla qualificada, falsificação de documento e de atestado falso”.

Segundo a PJ, no âmbito desta operação, foi “apreendido diverso material relacionado com a prática da atividade criminosa, nomeadamente, medicamentos que tinham sido comparticipados de forma fraudulenta”.

Esta investigação, que contou com o apoio do Infarmed, prossegue no sentido de determinar “todas as condutas criminosas e o seu alcance, bem como apurar o total do prejuízo causado ao Estado Português”.

Ler mais

Recomendadas

PremiumOrçamento de longo prazo da União Europeia continua num impasse

Líderes europeus discutem em Bruxelas a dotação de verbas do próximo quadro plurianual, mas ‘Amigos da Coesão’ e ‘contribuintes líquidos’ só concordam em discordar da proposta apresentada por Charles Michel.

Covid-19: Economia da China poderá retomar normalidade no segundo trimestre, diz diretora do FMI

Segundo a diretora-geral do FMI, em janeiro foi projetado “um crescimento global de 2,9%, no ano passado, para 3,3% neste ano. Desde então, o Covid-19 – uma emergência de saúde global – interrompeu as atividades [económicas] na China”.

ISV: Fisco ‘perde’ recurso por ausência de respostas ao Constitucional

Na origem deste recurso esteve um processo, que correu no Centro de Arbitragem Administrativa (CAAD), movido por um contribuinte que reclamava da forma como foi aplicado o Imposto Sobre Veículos (ISV) num carro usado importado de outro país da União Europeia.
Comentários