Plataforma afirma que aplicabilidade dos descontos nas portagens não é clara

“Vai ser posto em prática no terceiro trimestre deste ano. Estamos a falar de um desconto de quantidade para os veículos classe 1 quer classe 2”, afirmou Ana Abrunhosa, que falava à margem de uma visita no âmbito da iniciativa “Governo mais próximo”, no distrito de Bragança.

O membro da Plataforma pela Reposição das Scut na A23 e A25, José Gameiro, afirmou hoje que a aplicabilidade da medida anunciada pelo Governo de descontos nas portagens em sete autoestradas “não está clara” e “deve ser devidamente esclarecida”.

“Precisamos de saber a operacionalização desta medida [descontos nas ex-SCUT], visto que, até ao momento, tudo aquilo que é conhecido e tem sido divulgado sobre os descontos não está claro. É bom que tudo seja devidamente esclarecido”, afirmou à agência Lusa José Gameiro, da Associação Empresarial da Beira Baixa (AEBB).

A ministra da Coesão Territorial anunciou hoje, 26 de fevereiro, em Macedo de Cavaleiros, descontos nas portagens de sete autoestradas a partir do terceiro trimestre do ano para os “utilizadores frequentes”.

“Vai ser posto em prática no terceiro trimestre deste ano. Estamos a falar de um desconto de quantidade para os veículos classe 1 quer classe 2”, afirmou Ana Abrunhosa, que falava à margem de uma visita no âmbito da iniciativa “Governo mais próximo”, no distrito de Bragança.

José Gameiro realça, no entanto, que tudo o que seja descontos nas portagens “é sempre positivo”.

“Penso que caminhamos para a abolição [das portagens] dentro de algum tempo que é, no fundo, aquilo que a Plataforma [pela Reposição das Scut na A23 e A25] tem vindo a reivindicar”, sustentou.

A Plataforma de Entendimento para a Reposição das Scut na A23 e A25 integra sete entidades dos distritos de Castelo Branco e da Guarda, nomeadamente a Associação Empresarial da Beira Baixa, a União de Sindicatos de Castelo Branco, a Comissão de Utentes Contra as Portagens na A23, o Movimento de Empresários pela Subsistência pelo Interior, a Associação Empresarial da Região da Guarda, a Comissão de Utentes da A25 e a União de Sindicatos da Guarda.

Ler mais
Relacionadas

Turismo do Centro diz que descontos nas portagens são medida positiva mas insuficiente

O líder da Turismo do Centro considera que “a captação do investimento e a fixação de novas empresas e modelos de negócio carece de medidas mais aprofundadas e de investimento direto do Estado”.

Portagens no interior de Portugal vão ter descontos até 40%

Abrangidas por este desconto estão a A22 no Algarve, A23 no IP e Beira Interior, A24 no Interior Norte, A25 na Beira Litoral e Beira Alta, A28 no Norte Litoral, A4 na subconcessão AE transmontana e Túnel do Marão, A13 e A13-1 na subconcessão Pinhal Interior.
Recomendadas

Linha de apoio a micro e pequenas empresas disponível a partir desta quarta-feira

Para se poderem candidatar, as empresas terão de apresentar uma quebra abrupta e acentuada de pelo menos 40% da sua faturação, e não poderão ter beneficiado das anteriores linhas de crédito com garantia mútua. A SPGM avisa que as empresas em dificuldades não podem ter sede em países ou regiões com regime fiscal mais favorável (‘offshore’)”.

Farmacêutica Pfizer inicia ensaio clínico com quase 30 mil participantes

A farmacêutica norte-americana Pfizer e a biotecnológica alemã BioNTech iniciaram um ensaio clínico de uma potencial vacina para a Covid-19 envolvendo cerca de 30 mil participantes, foi anunciado esta quarta-feira.

Facebook lança versão do Tik Tok através do Instagram

O Reels é a aplicação que a empresa de Mark Zuckerberg criou para fazer frente ao rival Tik Tok. O lançamento acontece dias depois sa Microsoft anunciar as negociações para adquirir as operações nos EUA da aplicação de video da ByteDance na China.
Comentários