Plataforma de rede social ajuda a ensinar música

JAMP Project pretende promover a motivação na aprendizagem através do recurso à inteligência artificial.

A escola de música Lusomusic, em Lisboa, desenvolveu uma ferramenta de ensino musical que funciona como uma rede social. O JAMP Project é uma plataforma que recorre a um algoritmo de inteligência artificial.

As dificuldades que surgem devido à solidão durante a aprendizagem de um instrumento musical foi um dos motores que levaram à criação deste projeto. A plataforma permite que o aluno aprenda de modo lúdico, em formato de jogo, e possa mostrar aos amigos o desenvolvimento das suas competências. Ao mesmo tempo, o professor tem conhecimento do tempo de aprendizagem dos alunos, das suas dificuldades e da progressão das suas competências.

“O JAMP Project mantém a motivação da aprendizagem a um nível elevado, acelerando a curva de aprendizagem, o que o torna mais eficaz do que o modelo tradicional do ensino da música. Estes resultados foram obtidos em testes realizados pela equipa que desenvolveu o projeto, da qual fazem parte músicos, cientistas e engenheiros altamente qualificados”, explica a Lusimusic em comunicado.
Numa primeira fase, o modelo aplica-se ao ensino de piano, mas está pensado para outros instrumentos musicais. Permite praticar a leitura correta de uma pauta, a técnica e o ritmo de execução de uma peça musical, bem como testar o conhecimento de reportório do aluno.

Recomendadas

André Jordão, empreendedor do ano: “Vou dar o prémio de volta à comunidade”

O fundador e CEO da Barkyn está a ponderar investir numa startup ou criar um movimento pró-tecnologia e empreendedorismo. “Os outros nove finalistas têm muita qualidade e já conseguiram pôr em prática ideias muito escaláveis e disruptivas, portanto ganhar contra eles é muito elogioso”, afirma.

Fundações Gulbenkian e Oceano Azul vão acelerar mais 15 startups ligadas ao mar

É a terceira edição do Blue Bio Value, que desta vez realiza-se online. O programa de apoio ao empreendedorismo na economia azul recebeu o número mais elevado de candidaturas: 120.

Fundador da Barkyn vence Prémio João Vasconcelos – Empreendedor do Ano 2020

André Jordão criou uma empresa com um serviço de subscrição para animais de estimação que inclui alimentação personalizada e veterinário à distância.
Comentários