António Costa e três ministros promovem competências digitais no Porto

António Costa e membros do seu Governo juntam-se a especialistas nacionais e internacionais, formadores e docentes esta terça-feira, 3 de março, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto. A conferência tem porta aberta, mas obriga a inscrição prévia.

O primeiro-ministro (PM), António Costa e os ministros de Estado, Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, Educação, Tiago Brandão Rodrigues e Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor participam esta terça-feira, 3 de março, na 3ª Conferência do Fórum Permanente para as Competências Digitais, no Centro de Congressos de Alfândega do Porto.

O fórum, subordinado ao tema “Por um Portugal mais Digital”, junta especialistas nacionais e internacionais, formadores, docentes e membros do governo na promoção das competências digitais, entre os quais o presidente do Fórum para as Competências Digitais, Rogério Carapuça, o coordenador-Geral do INCoDe.2030, Nuno Rodrigues e o especialista e membro do High Level Review Committe Laurent Crouzet.

Durante o dia serão apresentados projetos, alguns novos, outros já em curso, que têm como objetivo a capacitação dos portugueses a nível de competências digitais. Serão também apresentados indicadores do programa INCoDe.2030, lançado em 2018 para impulsionar “uma cidadania mais ativa e um país mais qualificado e capacitado, utilizando a transformação digital para criar valor, para o país e para as pessoas”. O programa conta com vários parceiros desde escolas, universidades, associações e empresas privadas.

O INCoDe.2030 assenta em cinco eixos – Inclusão, Educação, Qualificação, Especialização e Investigação – que se têm multiplicado em iniciativas como o alargamento da disciplina de TIC a todos os estudantes do ensino básico, a criação das comunidades criativas para a inclusão digital, o aumento de vagas de cursos TeSP na área TICE e o desenvolvimento de projetos de inteligência artificial para entidades da administração pública.

A participação na 3ª Conferência do Fórum Permanente para as competências digitais é gratuita, mas de inscrição prévia, até ao limite da capacidade do local.

“A transformação digital não é em si um problema da tecnologia, mas sim a preparação das pessoas, ou neste caso, a falta dela, para a participação no mundo digital. Há uma melhoria dos indicadores europeus ao nível das competências da população portuguesa, o que é um sinal claro de que as medidas adotadas estão a trazer resultados objetivos e é isso que pretendemos demonstrar nesta conferência”, salienta Nuno Feixa Rodrigues, coordenador geral do Incode.2030.

 

 

Ler mais
Recomendadas

PremiumRicardo Baptista Leite: “Não mantemos a economia a funcionar por decreto”

Deputado social-democrata ficou surpreendido com a exoneração de Jamila Madeira, mas diz estar mais focado no combate à pandemia. E defende mecanismos financeiros para incentivar isolamento voluntário de infetados e suspeitos de terem Covid-19.

“É um marco na confiança no futuro”. António Costa enaltece recorde de 51 mil novos alunos no ensino superior

São 50.964 os alunos que garantiram entrada nas universidades e politécnicos portugueses, segundo os resultados da primeira fase do Concurso Nacional de Acesso, divulgados este domingo. De acordo com o chefe do Governo, Portugal deve “continuar a aumentar e diversificar as formações superiores, de jovens e adultos”.

OE2021: Negociações já têm avanços concretos como novo apoio social – Governo

Segundo o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, isto revela da parte do Governo “uma enorme disponibilidade para negociar” com os partidos à esquerda do PS, com os quais se tem reunido, para, “em torno destas propostas e de outras, concretizar um entendimento para o Orçamento do Estado” para 2021.
Comentários