PremiumPoke House expande rede em Portugal, França e Reino Unido

A cadeia de restauração de inspiração havaiana e californiana concluiu com sucesso uma ronda de financiamento de 20 milhões de euros. O grupo luso-italiano pretende abrir 200 novos restaurantes na Europa e atingir uma faturação de 40 milhões este ano.

Esta história começa com “uma série de circunstâncias fortuitas”, como sintetiza, em entrevista ao Jornal Económico, Francisco Guedes, sócio da DCK, marca de calções de praia para homem, e da Poke House, cadeia de restauração que divulga em Portugal a gastronomia do Havai.

“Tudo começou quando Duarte Costa, o meu sócio da marca DCK, foi para a Califórnia fazer uma surf trip; enquanto estava em Venice Beach, viu imensos restaurantes com especialidades diferentes desde: pizzas, burritos, hambúrgueres, mas nenhum estava tão cheio quanto o restaurante de poke. Experimentou uma bowl [à letra, tigela, com saladas, peixe, carne, etc.] e pensou “Tenho de trazer para Lisboa”. Uma vez de volta, começámos a trabalhar juntos para criar a primeira Poke House em Lisboa”, explica este empresário.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

CAP contesta medidas sobre pagamentos e lamenta posição do Governo

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) contestou hoje as medidas sobre os pagamentos diretos para 2022, acusando o Ministério da Agricultura de desprezar “um leal e correto procedimento de consulta”, uma vez que estas não foram discutidas.

CAP quer debater teletrabalho no Código do Trabalho

A CAP considera que todas as propostas legislativas em discussão são “muito conservadoras e muito voltadas para o que está a acontecer, que é o teletrabalho no domicílio devido à pandemia”.

Táxis e TVDE mantêm separadores entre condutor e passageiro até fim do ano

Os táxis e os veículos das plataformas eletrónicas (TVDE) vão manter até 31 dezembro de 2021 o uso de separador entre o condutor e os passageiros para proteção contra a covid-19, segundo uma deliberação do Governo hoje publicada.
Comentários