Porto vai acolher processos internacionais de conflito

Processos do Tribunal Permanente de Arbitragem vão ser dirimidos no Palácio da Bolsa. O Tribunal foi criado na primeira Conferência de Haia pela Convenção para a Solução Pacífica de Conflitos Internacionais de 1899.

O Instituto de Arbitragem Comercial vai celebrar um protocolo de cooperação com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, para o acolhimento de procedimentos do Tribunal Permanente de Arbitragem (TPA). A assinatura decorre a 17 de setembro, na Sala do Tribunal do Palácio da Bolsa – onde estarão Nuno Botelho, presidente da Associação Comercial do Porto, e Álvaro Mendonça e Moura, secretário-geral do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O TPA foi criado na primeira Conferência de Haia pela Convenção para a Solução Pacífica de Conflitos Internacionais de 1899. Portugal é membro desde 1900. O Governo português estabeleceu um acordo de sede não permanente deste tribunal, permitindo desta forma a Portugal albergar processos de arbitragem internacional sob os auspícios do TPA.

O acordo permite que conflitos internacionais entre Estados ou entre Estados e entidades privadas possam ser resolvidos no Porto, no Instituto de Arbitragem Comercial, com sede no Palácio da Bolsa.

“Considerando a importância para Portugal e para a cidade do Porto em receber arbitragens internacionais, reforçando assim a imagem internacional do país como centro de resolução de litígios internacionais e o reconhecido valor da Associação Comercial do Porto e do Instituto de Arbitragem Comercial em Portugal, entendeu o Ministério dos Negócios Estrangeiros estabelecer este protocolo”, refere comunicado oficial.

Recomendadas

Táxis: Ao quinto dia, taxistas prometem manter protesto até à suspensão da lei

“Esta lei não interessa e nós não vamos permitir que a indústria [dos táxis] fique nesta situação”, disse à Lusa Florêncio Almeida, dirigente da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros de Passageiros (ANTRAL), especificando que só querem “derrubar” a lei, bastando para isso a sua suspensã

Portugal garante apoio a detidos na Venezuela

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, disse hoje que estão a ser feitas “todas as diligências” para apoiar a defesa dos portugueses detidos na Venezuela, 10 de 34 gerentes de supermercados presos.

Governo da Madeira anuncia apoio para passes de estudantes

O presidente do Governo da Madeira anunciou hoje que vai ser incluída no Orçamento Regional de 2019 uma verba para apoiar os passes de estudantes nos transportes públicos urbanos e interurbanos, que abrangerá “todas as famílias” da região.
Comentários