Portos da Madeira ponderam descer taxas portuárias

Número de passageiros e cruzeiros no Funchal tem diminuído, em consequência do reposicionamento de navios em mercados emergentes.

A quebra registada, nos últimos três anos, no número de navios cruzeiro e de passageiros pode vir a justificar uma descida das taxas portuárias no porto do Funchal.

Patrícia Bairrada, gestora comercial da Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira (APRAM), admitiu, esta quarta-feira, que o número de escalas no porto do Funchal tem caído, em consequência do novo perfil de passageiros e do reposicionamento de navios em mercados emergentes como o asiático.

A gestora comercial avança que estão a ser tomadas medidas para recuperar, entre 5 a 6 anos, as perdas registadas e que isso deve levar a uma agilização ao nível do tarifário como incentivo à procura pela Região.

Não obstante a atual conjuntura, Patrícia Bairrada considera que as perspetivas para os próximos anos são positivas, já que a construção de novos navios deverá reposicionar, em 2022, mais cruzeiros para a Região.

Recomendadas

Coligação Funchal Sempre à Frente acusa de CNE de legitimar “vale tudo” ao arquivar queixa contra António Costa

Mandatário da coligação de centro-direita funchalense insurge-se contra a CNE por “dualidade de critérios e juízos” na avaliação do que alega ter sido uma violação dos deveres de neutralidade e imparcialidade do primeiro-ministro em benefício da Coligação Confiança, apoiada pelo PS.

Mafalda Gonçalves defende contratação de mais bombeiros para Santa Cruz

A corporação é composta por 57 elementos, sendo que há mais de 20 anos que não há renovação de quadros, razão pela qual, Mafalda Gonçalves diz ser “urgente a abertura de concurso para a entrada de cerca de 30 novos elementos”.

Tenha atenção aos falsos intermediários de crédito no Facebook, alerta Deco

Se quiser consultar a lista das entidades autorizadas a conceder crédito em Portugal, a atuar como intermediários de crédito ou a prestar serviços de consultoria relativamente a contratos de crédito poderá fazê-lo no sítio do Banco de Portugal, em www.bportugal.pt ou no Portal do Cliente Bancário https://clientebancario.bportugal.pt.
Comentários