Portugal 2020 tem mais 7,3 mil milhões de euros para a economia nacional

À rádio TSF o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, disse que o montante será aplicado na expansão dos metros de Lisboa e do Porto, requalificação da Linha de Cascais, mobilidade no Mondego e outras obras.

O programa de financiamento conhecido como “Portugal 2020″ terá um reforço de mais 7,3 mil milhões de euros de investimento do que estava inicialmente previsto, noticia esta sexta-feira ”TSF”.

O Governo anuncia esta sexta-feira a reprogramação dos fundos comunitários e, segundo os números a que a rádio teve acesso, antecipam-se mais 5 mil milhões para as empresas (com destaque para a inovação e internacionalização), 1,7 mil milhões dos quais para empresas do Interior.

Prevêem-se também mais mil milhões para melhorar as qualificações dos portugueses e 1,3 mil milhões para investimentos em equipamentos e infraestruturas de serviços básicos (peducação, saúde, apoio social ou património cultural, etc.) e mobilidade sustentável.

À mesma emissora, o ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, disse que o montante será aplicado na expansão dos metros de Lisboa e do Porto, requalificação da Linha de Cascais, mobilidade no Mondego e outras obras.

 

Relacionadas

Sete comissários europeus de visita a Lisboa nos próximos dias

O congresso do Partido Socialista Europeu chama a Lisboa uma série de comissários, mas também altos dirigentes da família socialista de países europeus.

Comércio garante 36 milhões de postos de trabalho na União Europeia

Dois novos estudos publicados, nesta terça-feira, 27 de Novembro, pela Comissão Europeia revelam a importância crescente das exportações da UE para as oportunidades de emprego dentro e fora da Europa.
Recomendadas

Arábia Saudita e Emirados “preocupados” com eventual subida dos ‘stocks’ de petróleo

“Nenhum de nós quer ver os stocks novamente a aumentar, temos de ser cautelosos”, disse o ministro da Economia da Arábia Saudita, referindo-se à situação no final de 2018 que levou a uma quebra acentuada do preço do “ouro negro” no mercado internacional.

Marisa Matias diz que Bruxelas “está a preparar um assalto às pensões”

A eurodeputada acusa Bruxelas qde querer reduzir a Segurança Social “a um sistema de esmolas para pobres, empurrando quem pode para produtos privados e quem não pode para a miséria”.

João Ferreira recupera tema da “renegociação da dívida nos juros, prazos e montantes”

“Ao todo, foram mais de 100 mil milhões de euros de juros pagos à banca desde a entrada de Portugal no euro, recursos que fizeram e fazem falta aos salários, pensões, aos serviços e investimento públicos, à dinamização da produção nacional”, afirmou o eurodeputado comunista.
Comentários