Portugal com 605 novos casos e mais três óbitos

A DGS revelou hoje os dados diários da pandemia da Covid-19 em Portugal.

Twitter

Portugal regista mais 605 novos casos confirmados da Covid-19, num total de 65.626 casos totais, segundo os dados hoje divulgados pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país registou também três vítimas mortais nas últimas 24 horas, num total de 1.878 óbitos. As três mortes tiveram lugar na região de Lisboa.

A maioria de novos casos teve lugar na região de Lisboa (290), seguida da região norte (201), do centro (53), do Alentejo (42), Algarve (18), e Madeira (1).

Na terça-feira registou um total de 65.021 casos, mais 425 face ao dia anterior. Já em termos de vítimas mortais registou um total de 1.875 na terça-feira, mais quatro vítimas face a segunda-feira.

O número de casos ativos subiu 436 para 19.220, com 166 casos recuperados num total de 44.528.

As autoridades têm mais 332 pessoas sob vigilância, num total de 37.827.

Existem mais quatro casos internados num total de 482, com mais duas pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos num total de 61.

Ler mais
Recomendadas

Covid-19: Ordem dos Médicos pede divulgação urgente da Estratégia Outono-Inverno

A Ordem dos Médicos (OM) apela à importância da coesão nacional no combate à segunda onda pandémica que está a iniciar-se no continente europeu. O bastonário Miguel Guimarães e o gabinete de crise da OM reclamam ainda a atualização das normas da DGS, nomeadamente a que fixou novas regras na abordagem do doente com suspeita ou infeção por SARS-CoV-2. E pedem o uso de máscara em espaços públicos abertos de acordo com a avaliação do risco local.

Taj Mahal reabre ao público na Índia após seis meses encerrado

Encerrado ao público desde 17 de março, o Taj Mahal recebeu hoje novamente visitantes, depois de a reabertura, inicialmente anunciada para o início de julho, ter sido adiada pelo Ministério da Cultura indiano, devido ao aumento de casos no país.

Estudo revela que famílias portuguesas com crianças estão a enfrentar fortes problemas financeiros

Segundo este estudo, “mais de metade dos portugueses raramente ficam com dinheiro suficiente até ao fim do mês depois de pagarem as contas”.
Comentários