Portugal com 707 novos casos e duas mortes por Covid-19. Internamentos voltam a aumentar

Em linha com o aumento de casos e da incidência no país, também o número de internamentos cresceu. Nas últimas 24 horas, foram admitidas mais 25 pessoas em enfermaria e mais 5 nas unidades de cuidados intensivos.

A Direção-Geral de Saúde (DGS) contabilizou nas últimas 24 horas mais 707 casos confirmados por Covid-19 e duas mortes. Feitas as contas, o número total de infetados sobre para 857.447 enquanto que o número de mortes cresce para 17.047 desde o início da pandemia. Existem neste momento mais 457 casos ativos (25.058).

Quanto à matriz de risco, o nível de incidência, no território nacional situa-se nos 79,3 casos por 100 mil habitantes, e 78,4 casos por 100 mil habitantes no continente. Já o risco de transmissibilidade, o famoso Rt, mantém-se em 1,07 a nível nacional e 1,08 no continente.

 


Relatório de situação de 13 de junho – DGS

O número de pessoas internadas em enfermaria e de urgência aumentou. Há neste momento 325 pessoas internadas nos hospitais portugueses, mais 25 comparativamente ao boletim deste sábado. Segundo a DGS, o número de doentes graves a precisar de ventilação aumentou, com menos cinco doentes Covid-19 a ocupar as camas de cuidados intensivos. São agora 82 doentes nestas unidades.

A DGS revela que atualmente existem mais 177 casos no Norte (342.340), 58 no Centro (120.489), e 450 em Lisboa e Vale do Tejo (326.011). No Alentejo registaram-se mais 16 infeções (30.428) e mais 36 no Algarve (22.619). Nas Regiões Autónomas da Madeira (9.786) e Açores (5.774), registaram-se mais nove e 27 casos confirmados, respetivamente.

As duas mortes situaram-se em LVT (7-226) e no Algarve (364). No resto de país, o Norte soma 5.359 mortes, o Centro 3.025 e o Alentejo 971 desde o inicio da pandemia. Na Madeira, registaram-se 69 mortes e nos Açores 33.

 

Recomendadas

Portugal soma 15 milhões de testes realizados à Covid-19 desde o inicio da pandemia

O mês de julho correspondeu ao período em que foram realizados mais testes. De acordo com a nota do Ministério da Saúde divulgada esta quarta-feira, foram realizados, em média, cerca de 64 mil testes por dia até ao dia 26 de julho de 2021, o que corresponde ao valor mais elevado desde março de 2020.

Promotores de espetáculos apelam ao Governo: “verão já está perdido”

O apelo, com quatro medidas de caráter urgente, foi feito numa carta enviada a António Costa e divulgada aos jornalistas, nas vésperas de uma nova reunião do Conselho de Ministros e um dia depois de o Governo ter reunido com peritos, no Infarmed, em Lisboa, para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em Portugal.

Falhas no ‘stock’ de vacinas não comprometem segunda dose, garante Lacerda Sales

“Pontualmente, aqui ou acolá, poderá haver [quebras]. Do ponto de vista geral estamos a fazer um mecanismo de aquisição de mais vacinas para que isso não aconteça, nomeadamente da Pfizer e da Janssen. Estamos a fazer um esforço para que se existirem essas falhas aqui ou acolá, pontualmente sejam colmatadas com esta aquisição de vacinas”, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales.
Comentários