Portugal conta já com 2.568.344 pessoas vacinadas contra a Covid-19, 915.246 destas com vacinação completa

Estão agora completamente vacinadas contra a Covid-19 915 mil pessoas, o que corresponde a cerca de 9% da população e a um aumento de quase 87 mil cidadãos relativamente à semana passada.

Portugal regista até esta terça-feira 2.568.344 pessoas vacinadas contra a Covid-19, informa o boletim semanal de vacinação da Direção-Geral da Saúde, sendo que 915.246 completaram já o processo, que inclui duas doses para a maioria dos fármacos já autorizados na União Europeia. Isto representa 25% da população já com pelo menos uma dose da inoculação contra a doença.

Este número significa que foram inoculadas na última semana 341.313 pessoas, após terem sido reportados 2.225.338 portugueses com pelo menos uma dose já administrada na semana passada. O último boletim da DGS apontava para 207.404 pessoas vacinadas na semana terminada a 27 de abril.

Estão agora completamente vacinadas contra a doença causada pelo novo coronavírus cerca de 9% da população, isto numa altura em que o país entrou numa fase de desconfinamento pleno e foi aberto o auto-agendamento da toma do fármaco.  O acréscimo nas segundas vacinações esta semana foi de 86.940.

Numa decomposição por faixas etárias, verifica-se que a população acima dos 80 anos regista já 93% dos portugueses vacinados com pelo menos uma dose, sendo que 82% completaram já o processo. Na faixa entre os 65 e 79 anos há agora 71% da população com pelo menos uma dose, apesar da vacinação completa ter sido feita em apenas 7% dos adultos compreendidos entre estas idades.

Numa análise por regiões, verifica-se que o Alentejo regista a maior percentagem de pessoas com pelo menos uma dose do fármaco, com 32%, liderando também a vacinação completa, com 13% da população. Segue-se a região Centro, com 30% dos habitantes já vacinados, sendo que 12% completaram já a imunização pela vacina.

Em termos absolutos, e como seria de esperar, a região de Lisboa e vale do Tejo lidera o esforço, com 1.152.640 doses administradas, um incremento de 131.433 em relação à semana anterior. Estes números traduzem-se em 23% da população com a primeira dose tomada e 8% com a vacinação completa, rácios semelhantes aos verificados no Norte, que surge em segundo lugar no número absoluto de doses.

Os 8% de habitantes da região com a vacinação completa e os 24% com pelo menos a primeira toma resultam de 1.149.332 de vacinas administradas, mais 161.075 do que no último ponto de situação. Este foi o maior aumento em termos absolutos no país na semana em análise.

[notícia atualizada às 18h28]

Ler mais
Recomendadas

Espanha regista quebra de 75% no número de turistas estrangeiros em março

Os confinamentos vividos no segundo país mais visitado do mundo antes da pandemia levaram a quebras assinaláveis na chegada de turistas estrangeiros ao país. O principal mercado emissor, o Reino Unido, quebrou 97,2% nos primeiros três meses do ano, sendo suplantado em volume de visitantes por França, Alemanha e até Portugal.

Governo decide manter cerca sanitária em duas freguesias de Odemira

O fim da cerca sanitária, definida na semana passada, foi reivindicado já pelo município, que na quarta-feira formalizou esse pedido ao primeiro-ministro, António Costa.

Pandemia levou a quebras no abastecimento de combustíveis na União Europeia

As dificuldades no abastecimento causaram decréscimos assinaláveis, ainda que de duração variável, no abastecimento de combustíveis na zona euro. Em particular, os derivados petrolíferos recuaram de forma considerável, face à diminuição da necessidade de transportes num contexto de confinamentos generalizados.
Comentários