Portugal e Índia cooperam mais na Defesa para tecnologias aeronáuticas e espaciais e na construção de lanchas rápidas

Durante a visita oficial do Presidente Marcelo Rebelo de Sousa à Índia são firmados três acordos de cooperação entre o grupo português CEiiA e o indiano HAL, entre a UAVISION e a VEDA Defense, e entre os Estaleiros Navais de Peniche e o Goa Shipyard.

Cristina Bernardo

Portugal e a Índia reforçam as relações de cooperação no domínio das indústrias de Defesa com a assinatura de três acordos de cooperação entre empresas dos dois países, refere um comunicado oficial.

“O grupo português CEiiA – Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel e a empresa indiana HAL estabelecem uma parceria para o desenvolvimento de novos projetos ligados à tecnologia aeronáutica e espacial, aproveitando a experiência e a competência adquiridas pelo grupo de Matosinhos neste domínio, nomeadamente através da participação no projeto de engenharia das aeronaves KC-390”, adianta o Ministério da Defesa Nacional.

Também a empresa portuguesa UAVISION e a indiana VEDA Defense Systems firmam “um acordo com enfoque na transferência de tecnologia, produção e co-produção de sistemas aéreos não tripulados, ao abrigo do qual será ainda criado um centro de treino para este tipo de aparelhos na Índia, com know-how português”, refere o comunicado.

Ainda foi assinado “um protocolo entre os Estaleiros Navais de Peniche e o GOA Shipyard para a construção de lanchas rápidas em Portugal e na Índia, com recurso a tecnologia da empresa portuguesa, nomeadamente polímeros nos cascos das embarcações”, esclarece o comunicado. A transferência de tecnologia e co-produção destes equipamentos permitirá “explorar oportunidades de negócio em mercados de interesse comum, como o continente africano”, detalha.

A assinatura destes acordos, na Índia, é acompanhada pelo Secretário de Estado Adjunto e da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches, e pelo Secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, por ocasião da visita de Estado do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Recomendadas

Produção industrial em Itália cai 2,4% em fevereiro

Em termos homólogos, a produção industrial subiu em bens de capital (1,4%) e baixou a de bens de consumo (3%), a de bens intermédios (2,3%) e a de energia (0,6%).

Leia aqui o Jornal Económico desta semana

A edição digital do Jornal Económico vai estar disponível gratuitamente durante as próximas semanas, devido à situação de emergência nacional causada pela epidemia de Covid-19. Desta forma, todos os leitores continuarão a ter acesso ao Jornal Económico.

Défice da balança comercial aumentou para 1.547 milhões de euros em fevereiro

Tanto as importações como as exportações aumentaram no segundo mês do ano devido à subida do comércio intra-União Europeia, segundo o INE.
Comentários