Portugal emite hoje até 1.500 milhões em dívida a seis e a 12 meses

Portugal vai hoje ao mercado para colocar entre 1.250 e 1.500 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) a seis e a 12 meses.

Mário Cruz / Lusa

As maturidades dos BT que serão hoje leiloados são em 17 de janeiro de 2020 (seis meses) e em 17 de julho de 2020, informou a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP).

Em 15 de maio, Portugal colocou 1.500 milhões de euros, montante máximo anunciado, em BT a seis e a 12 meses, a juros negativos e a caírem nos dois prazos.

A 12 meses foram colocados 1.000 milhões de euros em BT à taxa de juro média de -0,370%, de novo negativa e inferior à registada em 20 de março, quando foram colocados 1.100 milhões de euros à taxa de juro média de -0,366%.

A seis meses foram colocados 500 milhões de euros em BT à taxa média de -0,396%, mais negativa do que a verificada em 20 de março, quando foram colocados 400 milhões de euros a -0,393%.

A procura atingiu 2.285 milhões de euros para os BT a 12 meses, 2,29 vezes superior ao montante colocado, e 1.311 milhões de euros para os BT a seis meses, 2,62 vezes o montante colocado.

Em 17 de janeiro de 2018, as taxas de juro médias dos BT a seis e a 12 meses caíram até aos mínimos de sempre de -0,425% e -0,398%, respetivamente.

Ler mais

Recomendadas

PS quer rever cobrança coerciva de dívidas não fiscais pela AT

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que defende uma revisão da cobrança coerciva de dívidas de portagens e de outras dívidas não fiscais por parte da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).
ana_catarina_mendes_ps_legislativas

PS com disciplina de voto para fixar IVA da tauromaquia em 23%

A líder parlamentar do PS afirmou hoje que haverá disciplina de voto na sua bancada para concretizar o objetivo do Governo de fixar o IVA dos espetáculos tauromáquicos em 23% no Orçamento do Estado para 2020.

OE2020: Livre apresenta 32 alterações e diz que 11 têm “sinalização positiva” do Governo

A deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, anunciou hoje que 11 das 32 propostas de alteração que apresentou ao Orçamento do Estado receberam “sinalização positiva” por parte do Governo.
Comentários