Portugal pede ajuda a Bruxelas no combate aos incêndios

Recorde-se que relativamente a 2017, um dos piores anos de sempre de fogos florestais em Portugal, o comissário Christos Stylianides reconheceu recentemente que a ajuda da Comissão Europeia a Portugal nesta matéria foi bastante insuficiente.

Alessandro Bianchi/Reuters

O Governo português pediu ajuda à União Europeia no combate aos incêndios que estão a assolar, desde ontem, dia 20 de julho, diversos concelhos dos distritos de Castelo Branco e de Santarém.

Segundo a RTP, o pedido de ajuda prende-se com a disponibilização de mapas mais detalhados e atualizados das regiões onde estão a deflagrar os incêndios para melhor coordenar as operações de ataque aos incêndios dos diversos locais dos fogos.

Bruxelas, através de Christos Stylianides, Comissário Europeu para a Ajuda Humanitária e a Gestão de Crises, já reagiu afirmativamente, sublinhando que o pedido de ajuda de Portugal poderá abranger outras áreas em que o nosso país considera que a União Europeia poderá proporcionar apoio no combate a estes incêndios.

Recorde-se que relativamente a 2017, um dos piores anos de sempre de fogos florestais em Portugal, o comissário Christos Stylianides reconheceu recentemente que a ajuda da Comissão Europeia a Portugal nesta matéria foi bastante insuficiente.

Os fogos iniciados há cerca de 48 horas nos concelhos da Sertã e de Vila de Rei, no distrito de Castelo Branco, e que alastraram depois ao concelho de Mação, no distrito de Santarém, já devem ter consumido mais de 10 mil hectares de floresta, além de terem reduzido a cinzas habitações (seis, segundo as últimas contagens) e alfaias agrícolas, e de terem provocado ferimentos em 20 pessoas, uma delas em estado grave.

Recomendadas

Tetra Pak investiu 80 milhões de euros em embalagens sustentáveis

Desde 2012, a empresa investiu 17 milhões de euros em infraestruturas de reciclagem. Os responsáveis da empresa recordam ainda que as embalagens da Tetra Pak reduzem até 51% as emissões de carbono em todo o seu ciclo de vida.

Relatório da ONU coloca Portugal entre os 30 países mais sustentáveis do mundo

Com 76,4 pontos de um máximo de 100, Portugal encontra-se entre os 30 países mais sustentáveis do mundo, segundo o relatório, que avalia o desempenho de 162 países nos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável (ODS) adotados na Agenda 2030.

Portugal vai ter Centro de Competências sobre alterações climáticas no setor agroflorestal

Este novo centro de competências ficará instalado na Estação Nacional de Melhoramento de Plantas, em Elvas, Alto Alentejo,
Comentários