Portugal pede ajuda a Espanha para combater incêndios

Espanha disponibilizou “de imediato” dois aviões pesados anfíbios, sendo que estes deverão dirigir-se para o incêndio de Vila de Rei ainda durante esta tarde.

EPA/CARLOS GARCIA

Portugal solicitou assistência a Espanha para combater os incêndios que ainda se encontram ativos, avança o Ministério da Administração Interna esta segunda-feira, 22 de julho.

No comunicado divulgado pelo ministério liderado por Eduardo Cabrita, lê-se que “Portugal pediu assistência bilateral a Espanha no quadro do Protocolo entre a República Portuguesa e o Reino de Espanha sobre Cooperação Técnica e Assistência Mútua em matéria de Proteção Civil”.

O mesmo comunicado avança que Espanha disponibilizou “de imediato” dois aviões pesados anfíbios, sendo que estes deverão dirigir-se para o incêndio de Vila de Rei ainda durante esta tarde.

Relacionadas

“Isto é que é triste, depois de horas em combate às chamas”. Reforço alimentar dos bombeiros alvo de críticas

Depois de uma noite a combater o incêndio em Vila de Rei, o primeiro reforço alimentar dos quase 1500 bombeiros que combatem os fogos de Vila de Rei foi uma sandes, uma maça e uma garrafa de água de 33 cl.

Helicópteros Kamov já podem voar com a autorização da ANAC

Após as críticas aos incêndios que atingiram diferentes localidades de Castelo Branco, a ANAC afirmou que os três helicópteros Kamov já podem voar para combater as chamas.

“Nas próximas 36 horas, o dispositivo não desarma”, diz Proteção Civil sobre fogos florestais

O comandante da Região Centro Norte da Proteção Civil fez um novo ponto da situação sobre os incêndios que afetam a região de Castelo Branco desde o passado.

União Europeia ativa satélite Copernicus para auxiliar Portugal nos incêndios

Além do satélite Copernicus, Bruxelas também garante que poderá ativar a rede de segurança adicional constituída pelo mecanismo RescEU.
Recomendadas
tik tok

Utilizadores portugueses do Tik Tok passam em média cinco horas por dia na aplicação

De acordo com o estudo, a pandemia teve um papel preponderante na procura por novas ferramentas de comunicação e interação digital, potenciando o aumento da utilização do Tik Tok, com 86,5% dos inquiridos a afirmar uma utilização mais recorrente da plataforma desde o início da quarentena.

Casamentos e batizados com mais de 10 convidados obriga a rastreio à Covid-19

Além dos eventos familiares, também os culturais e as empresas terão que realizar rastreios regulares à Covid-19. Em todos os casos, os testes podem ser por antigénio ou PCR e, ao contrário do que tem sido pedido por várias entidades, os rastreios são pagos.

OMS: “Pandemia está a avançar mais rápido do que a vacinação”

Numa altura em que os países mais pobres continuam com dificuldades em aceder às vacinas, os países mais ricos avançam no processo de vacinação. Face a esta realidade desequilibrada, a OMS pede que o G7 reforce e antecipe o compromisso de doar mil milhões de doses.
Comentários