Portugal regista mais 325 casos e seis mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

A região de Lisboa e Vale do Tejo regista o número mais elevado de infeções ao dia de hoje, tendo confirmado mais 204 casos em relação aos dados da véspera. O número de casos recuperados em Portugal aumentou para 39.177.

Graça Freitas, diretora-geral da DGS, e António Lacerda Sales, secretário de Estado da Saúde | António Cotrim/Pool/Lusa

Portugal conta com um total de 53.548 casos confirmados da Covid-19, mais 325 face ao dia anterior, revela o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta quinta-feira, 13 de agosto. O número de vítimas mortais do novo coronavírus no país aumentou para 1.770, registando-se seis vítimas mortais nas últimas 24 horas.

O boletim epidemiológico divulgado esta tarde indica que, até à data, foram registados 464.365 casos suspeitos e 1.248 pessoas ainda aguardam os resultados das análises laboratoriais da Covid-19. Atualmente existem 409.569 casos não confirmados após as análises, e 36.530 encontram-se sob vigilância das autoridades de saúde.

A DGS revela que atualmente existem 19.301 casos registados no Norte, 4.560 no Centro, 27.645 em Lisboa e Vale do Tejo, 946 no Algarve, 184 casos na Região Autónoma dos Açores, 126 na Região Autónoma da Madeira e 786 casos no Alentejo.

Atualmente existem 358 internados, dos quais 39 estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) e 39.177 casos recuperados em Portugal, mais 207 do que os registados no dia de ontem.

O total das 1.770 mortes, 8348 foram no Norte, 253 no Centro, 625 em Lisboa e Vale do Tejo, 17 no Algarve, 15 nos Açores, 22 no Alentejo, não se registando nenhuma na Madeira.

O boletim da DGS contabiliza três vítimas mortais do sexo feminino e uma masculina entre os 30 e os 39 anos de idade, juntando-se às duas vítimas mortais, feminina e masculina, entre os 20 e os 29 anos, existindo atualmente seis óbitos confirmados abaixo dos 40 anos de idade.

Existem ainda 10 vítimas mortais do sexo feminino e 10 do sexo masculino entre a faixa etária dos 40 aos 49 anos de idade. Registaram-se 40 vítimas do sexo masculino e 17 do sexo feminino na faixa etária dos 50 aos 59 anos, 109 vítimas entre os 60 e os 69 anos do sexo masculino e 48 do sexo feminino, 212 óbitos masculinos e 135 óbitos femininos entre 70 e os 79 anos. Registam-se ainda 517 vítimas masculinas e 666 vítimas femininas com mais de 80 anos.

Lisboa é o concelho com mais casos confirmados, totalizando 4.691, seguindo-lhe Sintra com 3.906, Loures com 2.413, Amadora conta com 2.299 e Vila Nova de Gaia com 1.839. Porto com 1.492, Odivelas com 1.613, Matosinhos com 1.332, Cascais com 1.478 e Braga com 1.280.

Gondomar tem atualmente 1.111 casos, enquanto Oeiras conta com 1.157, Vila Franca de Xira soma 1.098, Maia tem 974, Seixal conta com 879, Valongo conta com 793 e Almada contabiliza 869. Guimarães soma 754, Ovar conta com 707, Coimbra com 635 e Santa Maria da Feira regista 625 casos confirmados.

O grupo etário com mais casos confirmados é dos 40 aos 49 anos (3.971 homens e 4.860 mulheres), com um total de 8.831, seguindo-se a dos 30 aos 39 anos (4.170 homens e 4.590 mulheres), num total de 8.760. Existem 4.476 crianças e adolescentes infetados, entre os 0 e os 19 anos de idade. Atualmente existem 23.968 homens e 29.580 mulheres infetados pelo novo coronavírus.

O boletim da DGS assume a existência de 3.480 homens e 4.572 mulheres infetados entre os 50 e 59 anos, e 2.524 homens e 2.824 mulheres com casos confirmados entre os 60 e 69 anos. Atualmente existem 4.081 mulheres e 1.972 homens com mais de 80 anos infetadas com Covid-19.

Entre os 20 e os 29 anos de idade existem 3.836 homens e 4.404 mulheres com casos positivos. A faixa etária entre os 70 e 79 anos verifica 1.754 homens e 1.958 mulheres infetadas. Existem 43 homens e 33 mulheres cuja idade é desconhecida.

Em relação aos sintomas, os mais referidos são tosse (34%), febre (27%), dores musculares (21%), cefaleias (20%), fraqueza generalizada (14%) e dificuldades respiratórias (9%).

Ler mais
Recomendadas

França regista 14.412 novas infeções nas últimas 24 horas

Face à evolução da pandemia em França nas últimas semanas, o Governo definiu o endurecimento das medidas nos territórios onde se registam mais casos, a partir deste fim de semana.

Globalia encerra 500 balcões da agência Halcón Viajes em Espanha

A Globalia decidiu encerrar mais de 500 das 600 agências de turismo presentes no seu portfólio. Ao que tudo indica, a dona da Air Europa fará o mesmo com a Viajes Ecuador que possui 165 pontos de venda, dos quais apenas 10% do total permanecerão abertos.

Manifestantes contra restrições confrontam-se com a polícia em Londres

Durante o protesto, viam-se cartazes que diziam “Liberdade, ao invés do medo”, “Onde está a pandemia?”, “Os media são o vírus”, “Covid-1984” Não consentimos”.
Comentários