Portugal tem 117 mil milionários. Em 2024, esse número vai crescer 49%

O relatório do Credit Suisse prevê que globalmente surjam 16 milhões de novos milionários até 2024, com uma perspetiva global de 62 milhões de milionários a nível global, verificando-se um aumento de 34% entre 2019 e 2024.

O Credit Suisse publicou esta segunda-feira, 21 de outubro, o Relatório de Riqueza Global em 2019. O maior número de milionários continua a verificar-se nos Estados Unidos da América, com um total de 18.614 milhões de indivíduos com uma conta bancária generosa.

Em Portugal, por sua vez, verifica-se a existência de 117 mil milionários, segundo o quadro do Credit Suisse. Portugal encontra-se na 22ª posição da lista de países com mais milionários, apenas acima de Israel, que conta com 131 mil milionários.

Com a perspetiva já para 2024, ou seja, daqui a cinco anos, Portugal deverá ver o número de fortunas generosas crescer para 174 mil milionários. Esta diferença de 57 mil milionários representa um aumento de 49% no número de pessoas com uma fortuna igual ou superior a um milhão de euros, sendo um valor superior à média a nível global.

“Entre as economias desenvolvidas, o número de milionários na Alemanha, França, Itália e Suécia deverá subir em linha com a média mundial. O Canadá e Espanha também deverão crescer um pouco acima da média, e o Japão e Portugal serão muito melhores que a média”, lê-se no relatório da entidade bancária.

O relatório do Credit Suisse prevê que globalmente surjam 16 milhões de novos milionários até 2024, com uma perspetiva global de 62 milhões de milionários a nível global, verificando-se um aumento de 34% entre 2019 e 2024. O relatório demonstra ainda que existe o triplo de milionários desde 2000, sendo que 45% da riqueza mundial é controlada por 1% dos mais ricos do mundo.

O Relatório de Riqueza Global aponta que a Polónia seja o país que vai apresentar um maior aumento de riqueza, em 74%, passando para 202 mil milionários, enquanto o Japão fica em segundo lugar com um aumento de 71% para 5.161 milhões de milionários.

Já na separação por regiões do globo, verifica-se que o número de milionários vai aumentar mais na Índia, com um crescimento de 56% para 1.186 milhões de milionários. Em segundo lugar fica a China, com um aumento de 55% em 2024 face a 2019, para 6.874 milhões de euros.

Segue-lhe a Ásia do Pacífico que, em 2024, vê o número de milionários aumentar para 11.054 milhões, um valor que acresce em 47%. África entra para o quarto lugar de maior crescimento, com 37% para 234 mil milionários. A Europa fica a meio da tabela, com um aumento de 35% para 17.892 milhões de fortunas superiores a um milhão de euros.

A América Latina fica em sexta lugar com um aumento de 27% face a 2019, verificando-se a existência de 855 mil milionários. A América do Norte surge em último lugar da lista, com um crescimento de 24% face a 2019 para 24.814 milhões de milionários no território.

Ler mais

Recomendadas

Presidente alerta que plano de estabilização é “almofada” e não “milagre”

O presidente da República diz a situação do país “é brutal” e que “será um processo difícil” até se conseguir uma recuperação económica e social.

PremiumGoverno apresenta receitas para a retoma no pós-Covid-19

Alterações ao regime de ‘lay-off’, redução ou isenção do pagamento por conta e nova extensão de moratórias estão entre as principais medida do documento aprovado esta quinta-feira em Conselho de Ministros.

Credores privados dizem que cobrar juros é essencial para manter ‘ratings’ 

Em causa está a assunção por parte de algumas agências de ‘rating’, como por exemplo a Moody’s, de que se os credores receberem menos do que o inicialmente contratualizado, isso configura um incumprimento financeiro, independentemente das razões e mesmo com o acordo dos credores.
Comentários